domingo, 14 de janeiro de 2024

QUE HORAS ELA PARA?

Conehci a Anna Muylaert en passsant, durante um curso que eu fiz há muitos anos e para o qual ela deu uma aula. Imaginei que ela nem se lembrasse de mim, mas, quando fui entrevistá-la para a coluna deste domingo da Mônica Bergamo, Anna sabia exatamente quem eu era e até perguntou se eu ainda escrevia roteiros (escrevo). Esta atenção ao detalhe talvez seja uma das razões de seu sucesso como diretora. Obrigada a comandar equipes de até 150 pessoas, ela tem que ter uma visão abrangente do todo e saber o que cada um está fazendo faz. Nossa ótima conversa de uma hora e meia foi resumida para caber em uma página de jornal. Falamos muito de "A Melhor Mãe do Mundo", o filme que ela acaba de rodar nas ruas de São Paulo, do longa que ela vai rodar em 2024 (o terceiro em três anos) e também do papel cambiante da mulher na indústria do entretenimento. Anna, cujos primeiros filmes focavam mais a classe média, agora fala das mazelas das carroceiras paulistanas. Estou muito curioso para ver.

6 comentários:

  1. Eu,se fosse o Tony perguntaria como ela consegue
    aos 59 anos ser bonita sem plástica e sem botox.
    Com certeza!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque não faz plastica, tão pouco botox
      G-

      Excluir
  2. Pô, que comentário gentil 19:19, tb acho ela bonita.
    Mas quase não vemos um elogio assim na Internet, é só xingamento.

    ResponderExcluir
  3. Oh Tony, pq vc não entrevista a Leila Pereira, a presidente do Palmeiras?
    Ela, seu cargo de chefia num meio extremamente machista e as suas "loucuras" me soam muito interessante apesar de eu me interessar necas por futebol...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque eu não entendo picas de futebol. Não saberia nem por onde começar.

      Excluir