quarta-feira, 27 de dezembro de 2023

CHOCOLATE SEM PIMENTA

Na época da faculdade, um amigo meu e eu criamos a Rádio Umpa-Lumpa, que tocava uma música só 24 horas por dia: umpa, lumpa, umpa dim dim... Havíamos visto "A Fantástica Fábrica de Chocolates" 10 anos antes, o original com Gene Wilder, e tamanha era a força do filme que ele continuava a frequentar nossas cabeças. O novo "Wonka", que é a história de origem de Willy Wonka, é deslumbrante, mas duvido que marque a vida das crianças que o virem. Tudo é incrível no loga: o elenco fabuloso, os bons números musicais, a direção de arte que concentra numa cidade imaginária diversos landmarks da Europa. Mas falta um detalhe crucial. O roteiro não faz a menor questão de ser fiel ao espírito disruptivo de Roald Dahl, o autor do livro. Tudo parece ter sido escrito pela inteligência artificial alimentada por executivos gananciosos. A história é bastante convencional, com vilões muito malvados querendo matar o talentoso Willy. Nada parecido com o que veio antes: o personagem é meio que o antagonista da trama, não a fofura encarnada no anjo que é Timothée Chalament. Foram-se a verve, a ironia, os momentos realmente memoráveis. É só mais um filme suntuoso de Natal. Um doce que exagerou no açúcar e no visual, e só.

12 comentários:

  1. filmes de 2023!!! Ansioso....

    ResponderExcluir
  2. Hoje em dia não pode fazer picadinho de pirralho nem jogar guriazinha mimada no lixo como se fosse um ovo podre.
    Brincadeiras à parte, lembro de ter lido que o autor do livro odiou a versão original com Gene por não ser fiel à sua história e que o filme estrelado por Johnny Depp era mais alinhado com a história original.
    Eu prefiro o primeiro filme.

    ResponderExcluir
  3. Tony eu acho impressionante como vc não fala nada de sério no blog, dia de.natal fez 33 anos que acharam o corpo da Venus Xtravaganza em um hotel barato em NY crime nunca solucionado, nem tentaram solucionar ;) e fui impactada pela história do Greg Loughanis melhor mergulhador de todos os tempos campeão olimpico que não conseguia contratos de publi por ser gay e vive com a AIDS desde 1988!!! Como ele sobreviveu????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu faço o blog para me divertir. Para me distrair das barras que ando enfrentando na vida real. Se você sente falta desses assuntos, sugiro que comece o seu próprio blog.

      Excluir
    2. não tenho talento pra escrever como vc, e vc é conhecido poderia usar essa plataforma pra cutucar a burguesia de vez em quando. A história do Greg Loughanis por exemplo é impressionante não só ele continua um gato mas foi um caso raríssimo de pessoa que sobreviveu ao contrair nos anos 80 provavelmente porque é atleta e tinha acesso aos tratamentos de ultima geração por ter um primo médico.

      Excluir
    3. 13:50-Leia o que o Tony respondeu aos
      10:52 e Boa Noite!!!!!!

      Excluir
  4. o cinema está uma merda nem precisa de inteligencia artificial que nada mais é que uma máquina de xérox, nem inteligencia e nem artificial é, desde o netflix os executivos tomam nota de quando as pessoas pararam de assistir os filmes, os roteiros viraram mediocridades semi escritas pelo nivel de tedio do espectador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário mais sem pé nem cabeça.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. 08:22-Este filme é muito bom porque não tem
      ninguém que trabalha na Rede Bobo,o resto é
      crítica a la Mario Sergio Conti,que não gosta de
      filme nenhum e fica usando sua coluna na Folha
      como se fosse o Pedro de Lara dos críticos de
      cinema.E,pro Tony saber:o roteiro do filme não
      foi escrito por IA,foi pela Warner,mesmo.Aliás,
      o Toninho é num baita crítico de cinema.

      Excluir
  5. 11:01 qq cineasta até Padilha vai te informar que desde do streaming existe uma pesquisa minuciosa de quando o espectador de qual faixa etaria se entedia e para o filme, como se não bastassem os testes para uma platéia aleatoria antes da estreia agora temos isso, o roteiro é a alma do filme. Um roteirista que não ousa não faz algo que incomoda o publco netflix nunca vai fazer um filme bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Phoda-se o Padilha.E teu textão não informou
      que este filme não é da Netflix,é da Warner.
      O filme do post é um filme infantil,não é daqueles
      que alguns fazem só pra mostrar pros amigos dele.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir