terça-feira, 26 de dezembro de 2023

AS PESSOAS DE 2023

Não foi fácil chegar às 10 personalidades que mais me marcaram em 2023. Tentei escolher só gente do bem, como já fiz em anos anteriores, só que a conta não fechava. Pela primeira vez, a lista tem mais brasileiros do que estrangeiros, mas o equilíbrio entre homens e mulheres continua firme. Mas tenho a impressão de que esqueci alguém importante... Sugestões serão bem-vindas.

ALICE CARVALHO
Uma atriz desconhecida até estourar, quase que literalmente, como a Dinorah Vaqueiro de "Cangaço Novo" do Prime Video. Agora ela é disputada: nem acabaram as gravações de "Guerreiros do Sol", para o Globoplay, e já foi contratada pela Globo para o remake de "Renascer".
AMAURY LORENZ0 & DIEGO MARTINS
OK, não é uma pessoa, são duas. Ou talvez sejam uma entidade: Kelmiro, o casal por quem o Brasil todo torce há meses e uma das poucas coisas memoráveis dessa nvoela ruim que é "Terra e Paixão". Diego e Amaury têm talento de sobra. Tomara que não fiquem marcados por estes papéis e sejam chamados para muitos outros trabalhos.

ANA HICKMANN
Nunca dei muita bola para a apresentadora da Record, apesar de achá-la bonita e competente. E já conhecia a fama de mau de seu agora ex-marido, Alexandre Correa. Ana foi corajosa em finalmente denunciar a violência doméstica que sofria há anos. Que ela consiga se livrar das dívidas contraídas por ele, e que se cure o mais rápido possível.

GEORGE SANTOS
Como que pode alguém com uma ficha corrida de tantos crimes e mentiras ser eleito para o Congresso dos EUA? Novas denúncias contra o filho de brasileiros não pararam de surgir ao longo do ano, e nenhuma foi tão saborosa quanto seu passado como a drag Kitara Ravache. Por enquanto ele ainda está faturando, mas deve pegar uma cana em breve.
JANJA LULA DA SILVA 
A função de primeira-dama não está prevista na Consituição, portanto não há regras de como ela deve ou não se comportar. O Brasil se acostumou com esposas de presidente discretas, para não dizer omissas, como Marisa Letícia, Marcella Temer e, até certo ponto, Micheque Biroliro. Por isto uma tão altiva e palpiteira feito a Janja assusta. Mas é ela a grande responsável por trazer Lula ao século 21.

JAVIER MILEI 
As apostas já começaram: até quando dura o novo presidente da Argentina? O ideário ultiraliberal parece lindo no papel, mas na vida real ele pode até custar vidas. O pacotazo imposto por Milei já é alvo de processos e protestos, e vai ser engraçado como esse político inexperiente irá enfrentá-los. Se não fosse trágico, é claro.

LARISSA MANOELA
Outra que se livrou de uma relação extraordinariamente abusiva foi a ex-estrelinha do SBT, que é uma mulher rica mas tinha que pedir autorização aos pais para comprar um milho na praia. Agora que ela tem acesso ao próprio dinheiro, bem que podia investir num curso de interpretação, pois continua sendo uma péssima atriz.

MAURO CID
O ex-assistente de ordens do Bozo pode ser a pessoa que finalmente irá mandá-lo para trás das grades. Cid tornou-se delator para livrar o pai, o general genial que tirou uma foto da uma joia saudita e não percebeu que seu reflexo aparecia. Depois de dominar o noticiário em meados do ano, ele deve voltar com tudo em 2024, quando o ex-chefe for indiciado.

SHEHAD AL-BANNA
Durante um mês, o Brasil teve uma correspondente exclusiva na Faixa de Gaza: a brasileira de origem palestina Shehad al-Banna, que transmitia ao vivo o terror de estar encurralada no lugar mais perigoso do mundo. Depois de muita negociação, ela, sua família e outros brasileiros conseguiram ser repatriados. Se tivessem ficado lá, com certeza agora estariam mortos. Agora ela precisa virar comentarista de política.

VINI JR.
Um dos melhores jogadores brasileiros da atualidade também virou um líder da causa antirracista, depois de sofrer ataques abomináveis de torcedores espanhóis. Algo que nunca passou pela cabeça de Neymar, que nem se considera negro. A coragem de Vinícius é inspiradora.

Amanhã tem mais.
ATUALIZAÇÃO: Lembrei de alguém importante que eu estava deixando de fora. Não que eu goste muito dela, mas é inegável que se trata da atual imperatriz do universo, a dona da porra toda, o clitóris das galáxias. Meu Top 10 vai ficar com 11 nomes, mas e daí? Com vocês...

TAYLOR SWIFT
Três Grammys de melhor álbum do ano em 15 anos de carreira. Primeira artista, de qualquer área, a ser escolhida Pessoa do Ano pela revista Time. A turnê de maior faturamento de todos os tempos. Uma legião de fanáticos que a defende com unhas e dentes. Agora só falta Taylor Swift começar a fazer música boa. Aí, ninguém segura.

22 comentários:

  1. Tem gente que acha que a Globo por ter um casal gay
    na novelinha das 9 virou uma Carta Capital.Mas,na
    verdade,ela dá espaço pra um padre reaça de festa
    junina todo Domingo de manhã.Ela é um Estadão-só
    não tem sua sede em SP,diferente do jornal.

    E não estou falando do Tony,claro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém aí pra traduzir o comentário do rapaz rs
      G-

      Excluir
    2. Odeio a rede bobo desde criança, a eleição do Collor está gravada na memória lembro que tinha amigos pouco inteligentes óbvio da escola que depois de tudo defendiam o Collor porque importados ficaram mais baratos, imbecil não entendeu que o objetivo era criar uma indústria nacional. Mas o Globo não tem mais relevância a CNN do bispo tem capacidade de causar mais estrago hoje que o jornal nacional e seu cano vermelho jorrando dinheiro.

      Excluir
    3. CNN não é do bispo e tem menos audiência que
      a Globo News.É uma cópia mal-feita da matriz
      dos States e se parece com a Fox News.

      Excluir
    4. o que eu mais lembro do debate Lula vs Collor o discurso do jornalista clamando a imparcialidade da rede bobo e ele era (ou nunca deixou de ser) funcionário da ditadura Alexandre alguma coisa. Demorou pra sair um filmaço sobre esse assunto, poderia alias ter como tema o ano de 1989 tanta coisa aconteceu.

      Excluir
    5. 16:17-Corrigindo,demorou pra sair um baita
      documentário sobre este assunto.

      Excluir
  2. Xuxa?
    Desde o aniversário de 60 anos até a estreia do documentário no Globoplay, o nome dela era uma constante.

    ResponderExcluir
  3. Nunca escutei UMA MÚSICA da Taylor Swift, engraçado desde que ninguém escuta mais rádio (sorry jovem klan se não fosse a ajuda do governo e amigos gângsters vc estava ferrado Tutinha) eu só escuto rádios online geralmente gringas, NTS worldwide fm nem Spotify tenho pra que fora discos de vinil. Perdi o contato total com a música comercial nos lugares que eu frequento não toca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém escuta mais rádio xonga nenhuma.Rádio
      pop não é só a Jovem Pan.Tem a Mix,a Atlântida,as
      rádios rock 89 e Kiss-sem falar na Antena 1 e a
      Alpha.Ninguém mais vê TV aberta,isso,sim-com
      raríssimas exceções.

      Excluir
    2. 12:33-Conversa......estes sertanojos que estão por
      aí só fazem sucesso graças as rádios que só tocam
      este gênero 24 horas por dia-menos na Voz do Brasil.

      Excluir
    3. 14:21 nosssaaaa gostaria de saber quem ainda escuta!!! tenho a mesma pegada de arrogancia cultural do Tony morei em Londres em Paris sou bem viajada e mesmo antes de morar fora trocava a musica pop por esquisitices indie não consigo ouvir musica comercial das radios toscas.

      Excluir
    4. 19:05-Só quem não escuta rádios que tocam música
      pop quem vive em Nárnia,no Mundo Mágico de Oz ou
      ouve música gospel,principalmente os golpistas que
      derrubaram Dilma do ogronegócio da Rede Bobo que
      não é tech,não é pop,não é xonga nenhuma.

      Excluir
  4. O Milei é a personalidade do ano de 2023.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na terra dele.Aqui,foi o Xandão,com certeza.

      Excluir
  5. aposto que vc nunca ouviu folklore/evermore, os albuns com pegada indie experimental lancados durante e por causa da pandemia que nao tem muito a ver com os trabalhos anteriores e atuais dela. na verdade, esses dois albuns sao como paretenses na carreira dela, da discografia country e pop que ela estava acostumada a fazer, dando lugar a arranjos mais etereos, uma voz mais polida, junto da melancolia dos primeiros meses de isolamento, um desejo antigo de colaborar con aaron dessner e o justin vernon do bon iver e a entrega de uma lista de cancoes sobre historias aleatorias da vida de outras pessoas, sem aquela obsessao tipica que ela tem de escrever sobre os ex-namorados. queria que a taylor continuasse e fosse por esse caminho mas como se trata de propostas muito mais conceituais e menos comerciais, acho muito dificil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Traduzindo:Taylor é tão diva quanto Madonna.
      Só que a Taylor é mais jovem.

      Excluir
  6. Não tem nem discussão: a personalidade do ano de 2023 foi a jovem jazz singer SAMARA JOY, uma pérola de voz, carisma, postura e dignidade, faturando o GRAMMY de artista revelação, e mandando aquela cantorazinha FAKE brasileira, conhecida por cantar com a BUNDA e tatuar o CU, para o seu devido lugar, ou seja, o total OSTRACISMO nos Estados Unidos. E o mais deprimente foi ver o fã-clube profissional da reboladora destilar ÓDIO nas redes sociais contra a princesa SAMARA JOY, inclusive com OFENSAS RACISTAS, o que mostra bem o caráter (ou a falta de) desta CORJA IMUNDA e FEDORENTA. Parabéns, SAMARA JOY, vc lavou a nossa alma !

    ResponderExcluir
  7. O shade que o tony deu em TODAS AS ARTISTAS FEMININAS escolhidas e depois vem me dizer que o meio goy não é super misógino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada a ver,rapazinho.Nada a ver.

      Excluir
    2. Mas nem todos. Achar que todo gay é misógino(não digo que você pense isso) é tão absurdo quanto achar que todos os homens héteros são misândricos.

      Excluir
  8. Corrigindo: Taylor Swift ganhou três Grammys de álbum do ano: "Fearless", "1989" e "Folklore"

    ResponderExcluir