quarta-feira, 27 de dezembro de 2023

AS MÚSICAS DE 2023

Não foi fácil chegar aos 10 álbuns de que eu mais gostei no ano que ora finda, então minha lista tem 20 mesmo e fodassy. Está bem eclética e nada surpreendente para quem já conhece o meu gosto. Inclusive, há quem diga que eu deveria parar de falar sobre música, mas o blog é meu e só eu mando aqui. Digno de nota é o fato de oito dos 20 álbuns selecionados serem brasileiros, e cinco deles são de artistas LGBT+. Será que eu estou aviadando?

Adjani, Bande Originale Isabelle Adjani

Belezas São Coisas Acesas por Dentro Filipe Catto

Cracker Island Gorillaz

EADDA9223 Fito Páez

Escândalo Íntimo Luísa Sonza

Fate (B-Sides) Alex Lustig

The Girl is Crying in Her Latte Sparks

Hackney Diamonds The Rolling Stones

Lux Eterna Beach Colapesce & Dimartino

Madres Sofia Kourtesis

Mau Jaloo

Me Chama de Gato que Eu Sou Sua Ana Frango Elétrico

No Tempo da Intolerância Elza Soares

Noitada Pabllo Vittar

Problematique Kim Petras

Something to Give Each Other Troye Sivan

Super Jão

That! Feels! Good! Jessie Ware

Tirer la Nuit sur les Etoiles Etienne Daho

Xande Canta Caetano Xande de Pilares


Muitos desses discos ganharam posts aqui no blog. Mas tem um nome que eu nunca citei: Alex Lustig, um DJ e produtor belga que eu acompanho há anos. O cara faz um som atmosférico, com poucos vocais, perfeito para relaxar depois de um dia no canteiro de obras.

Outros que não mereceram uma única menção no meu blog são Colpesce & Dimartino, uma dupla italiana especialista em melodias leves, mas com um um toque de maliconia. Concorreram com esta música em Sanremo, perderam e depois lançaram um álbum primoroso.

Chegar nas minhas 10 músicas favoritas foi mais fácil. Como sempre, tem coisas óbvias e outras esquisitas. O que eu realmente não consegui foi apontar uma favorita, assim como não decidi qual é o melhor álbum do ano. Quero todos, pode ser?

Brasil Tá em Festa Giulia Be

Back That Up to the Beat Madonna

Bzrp Music Sessions, vol53 Bizarrap & Shakira

Chico Luísa Sonza

I’m Just Ken Ryan Gosling

Me Lambe Jão

My Sister’s Crown Vesna

Now and Then The Beatles

Tattoo Loreen

Wiccha Iluminati Michael Azzopardi


A maior esquisitice da lista é Michael Azzopardi, um cantor e compositor de Malta. Ele canta em maltês, a única língua semita da Europa, que soa como árabe com sotaque italiano. O cara não lança um vídeo novo há anos, então quem quiser ouvir "Wiccha Iluminati" vai ter que procurar nas boas plataformas de áudio do ramo. só digo que vale a pena.

11 comentários:

  1. Adorei o álbum da Luisa Sonza, mas Giulia Be é osso. Vai entender

    ResponderExcluir
  2. nao gostei de nenhuma chatisse!

    ResponderExcluir
  3. A música MORREU faz mais de 20 anos, e vc consegue "selecionar" 20 álbuns ? kkkkkkkkkkkkk Neste exato momento meu aparelho de som tá tocando MARVIN GAYE, STEVIE WONDER, STEELY DAN e EARTH, WIND & FIRE, e vc vem falar de música do ano de 2023 ? kkkkkkkkkkkkkkkk Só pode ser PIADA, né ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARLUXO,TEU APARELHO DE SOM TÁ QUEBRADO,
      NÃO TÁ TOCANDO NADA.SE ESTIVESSE TOCANDO
      SERIA MÚSICA SERTANOJA E GOSPEL.SÓ PODE
      SER PIADA,NÉ???????????????????????

      Excluir
    2. E vc, 23:59, que é uma criatura do ESGOTO, ouve Anitta e MC PIPOKINHA kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. 13:55-E O POBRE DE DIREITA BOZISTA OUVE O
      QUE VOCÊ PUBLICOU,CRIATURA DO ESGOTO.
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  4. O tony passando pano para a racista, meu pai - se fosse homofobia ele não separava a arte do artista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 19:34 vc é doido? a pessoa confundir cliente com funcionário é algo comum em mercados da vida. Vc mesmo já fez isso. E isso é racismo? Mano do ceu!

      Excluir
  5. Adorei as composições do Alex Lustig! Valeu pela indicação, Tony

    ResponderExcluir