terça-feira, 21 de novembro de 2023

THE JÁ ERAS TOUR

Taylor Swift construiu toda sua carreira se fingindo de amiguinha de seus fãs. A loirinha americana que sabe traduzir em música as ansiedades de seu público, e que estará sempre à mão quando a coisa apertar. Essa falsa intimidade desmoronou desde a morte de Ana Benevides, na sexta passada. Taylor correu ao Instagram para se declarar "arrasada", mas jamais pronunciou o nome da garota. Ainda avisou que não falaria do assunto em seus próximos shows no Rio. A princípio os swifties todos a apoiaram. Mas, quando ficou claro que uma das mulheres mais ricas do mundo não meteu a mão no bolso para ajudar a família de Ana, o clima foi virando aos poucos. Ontem, apesar do tempo bem mais fresco, não havia ninguém na frente do hotel Fasano, em Ipanema. Vou repetir: nin-guém. A falta de uma homenagem explícita nos shows de domingo e segunda também frustrou muita gente. Há toda uma explicação jurídica para este silêncio: tanto Taylor quando a Time for Fun podem ser processados nos EUA se manifestarem qualquer preocupação pelo ocorrido, pois isto pode ser interpretado como uma admissão de culpa. De qualquer forma, o estrago na reputação da loira aguada foi feito. Sua turnê foi rebatizada de Já Eras Tour nas redes sociais brasileiras, e este é o nome que ficará para a posteridade.

27 comentários:

  1. Fico com pena da garota falecida, mas ela mesma parecia uma dessas fãs obcecadas pela artista.
    Tirando as crianças e adolescentes, nunca vou conseguir entender o sentimento de fanatismo em ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria interessante vc se perguntar o que leva umE jovem a ser obcecado por um artista. Isso ajudaria vc se tornar uma pessoa melhor.
      G-

      Excluir
    2. Ela gostava da Taylor igual o Tony gosta de
      ouvir a Madonna e Elza Soares,ora,bolas.
      Do RJ eu não espero mais nada,infelizmente.

      Excluir
    3. É que vc não viveu a BEATLEMANIA ! Nunca vai entender.

      Excluir
    4. 23:37-Cada um GOSTA DO QUE QUISER,PÔ!

      Excluir
  2. Cada país tem a Marina Sena que merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marina Sena imita cantora falecida.Taylor Swift
      não imita ninguém-é ela,mesma.

      Excluir
  3. E o Tony sugerindo gerenciamento de crise de graça para a empresa t4f no artigo da Folha ontem. Por isso que a senhora não tá ryka!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Tony tá muito bem de vida,querida!

      Excluir
    2. A ToNICA investiu no casamento! Familia do marido é rica, e o Tonica deu uma reviravolta na carreira e ficou famosa depois dos 45 e hoje está com seu trabalho reconhecido.

      Excluir
  4. Mas peraí, o CRIME aconteceu no Brasil. O que tem a Justiça dos EUA a ver com isso ? Cabe à Polícia Civil do RJ, ao Ministério Público do RJ e à Justiça do RJ INVESTIGAR e, se for o caso, INDICIAR e DENUNCIAR Taylor Swift e a Time For Fun. Houve um HOMICÍDIO no ENGENHÃO ! Lembra dos pilotos norte-americanos que vieram ao Brasil testar um LEGACY da EMBRAER e derrubaram um Boeing da GOL que vinha de Manaus para Brasília, matando mais de 150 pessoas ? Foram processados e condenados pela justiça do Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os pilotos estão condenados. Inclusive eles estão cumprindo pena em algum parque na Flórida, só esperando a Taylor Swift .

      Excluir
    2. Porque não hora de coçar o bolso pra pagar indenizações, a Taylor e a t4f vão ter que se explicar é com as seguradoras da turnê, de quem eles têm muito mais medo do que da justiça brasileira. Todas as notas da Taylor mantém um certo distanciamento do fato não por acaso. É pra não gritar “uma fã morreu no meu show”. Inclusive na primeira nota, ela diz que a fã morreu ANTES do show, mas todos os veículos confirmam que ela passou mal durante a segunda música do set, ironicamente “Cruel Summer”. Ou seja, passou mal e morreu durante o show sim.

      Excluir
  5. Errada não está. Além dos processos, ela também evitou ter para toda a posteridade um registro em vídeo falando do fato.

    ResponderExcluir
  6. Talvez a ausência de pessoas em frente ao hotel se deva por vários motivos. Imagino que muita gente deve ter pensado que ela já embarcou para São Paulo, fora que foi um dia útil, então, os fãs que vieram de outros estados tiveram que voltar para seus lares, assim como os fãs cariocas terão que trabalhar para poder pagar as parcelas dos ingressos - caríssimos - da apresentação.
    Espero que os shows de São Paulo transcorram na maior normalidade possível. Assim como que as autoridades criem normativas para regulamentar esses mega shows. A gestão de crise desse episódio foi uma das piores possíveis, seja pela empresa promotora, pela equipe da cantora e pelas autoridades fluminenses. O brasileiro paga - e muito caro - por eventos como esses, o mínimo que merece é um tratamento digno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 11:51-Não,é porque muitos fãs ficaram putos da vida
      com ela-que não teve consideração sobre os dois fãs
      que morreram.A maioria esmagadora dos fãs de TS
      vieram de fora,não do RJ.

      Excluir
    2. "Fãs cariocas terão que trabalhar.....".A verdade é que
      os fãs delas ficaram decepcionados com ela e,
      resolveram não dar mais audiência pra ela.Resumindo
      em uma palavra:decepção.

      Excluir
    3. Felizmente,caiu a ficha-e Taylor recebeu a família
      da Ana em seu camarim no último show que ela
      fez em SP.Ela é incancelável,meus amigos!!!

      Excluir
  7. 11:51 Quanto custou o ingresso do show dela aí no Brasil? Aqui nos EUA, o ingresso mais barato tava 400 dólares. Eu, tinha na cabeça que o ingresso aí era bem mais barato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, foi bem mais barato no Brasil. Tenho amigos que sairam de NY para ver o show em SP e pagaram $300 por ingressos VIP na pista.

      Excluir
  8. desde qdo ela irá se importar com opinião de pessoas de nação de quarto mundo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quarto mundo é grande parte do Oriente Médio e da
      África.Somos,ainda,uma das maiores economias do
      mundo.Não estamos na América Central.

      Excluir
  9. O que seria uma indenização de 100 ou 200 mil Lulas (o valor médio que a família deve conseguir na justiça) na fatura do cartão da Taylor, com seu 1 bilhão de Bidens? Apenas uma gota no oceano. Não há desculpas para a falta de empatia da "loirinha"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente,se o show fosse nos EUA,a cantora
      tomaria alguma providência.Rihanna e Katy Perry
      quando estiveram no Brasil fizeram aquilo que
      Taylor-infelizmente-não fez.

      Excluir
    2. 23:17-Felizmente,Taylor tomou uma atitude
      recebendo a família da Ana em seu camarim
      em SP.Antes tarde do que nunca.

      Excluir
  10. Por falar em TAYLOR SWIFT, alguém viu a ANITTA por aí ? kkkkkkkkkkkkkkkkk Cuidado, ANITTA, se cuida porque a INVEJA mata, viu ? kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Taylor canta com a boca........a Anitta canta
      com a bunda,tiozinho.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir