quarta-feira, 29 de novembro de 2023

BYE BYE GUIANA?

Ditadores podem tudo, menos perder guerras. A exceção que confirma a regra foi Saddam Hussein, que invadiu o Kuwait em 1991, foi rapidamente derrotado pela coalização liderada pelos Estados Unidos e ainda permaneceu no poder por mais 12 anos, até ser capturado em 2003 e enforcado em 2006. Mas o vexame protgonizado pela Junta Militar argentina nas Malvinas, em 1982, selou o fim do regime. Nos dois casos, os déspotas queriam reconquistar para a nação uma parte que lhe pertencia "desde tempos imemoriais", para recuperar popularidade e continuar mandando. Agora é Nicolás Maduro quem tira do bolso a carta do Essequibo, algo que a ditadura chavista já fez algumas vezes. Quase todos os mapas da Venezuela na Venezuela mostram esse território, que corresponde a 75% da vizinha Guiana, como parte do país. De fato um dia foi, quase despovoado e sem a menor importância, até ser tomado pelos ingleses no século 19. Hoje a Guiana é o país que mais cresce no mundo, graças ao petróleo descoberto na mesma margem norte que o Brasil reluta em explorar. Os venezuelanos vão às urnas no ano que vem, e Maduro adoraria não ter que roubar mais esta eleição. Mas invadir um país vizinho? Sem o apoio da comunidade internacional? Por via de deixa-disso, o Brasil já concentra tropas na fronteira.

6 comentários:

  1. Maduro ajudou muito Manaus durante a pandemia,
    enquanto o Edair virou as costas.Ele é socialista e
    não fica perdendo tempo falando com cachorro morto.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos torcer para o Maduro incluir a região de Manaus no mapa da Venezuela também e aproveitar a guerra com a Guiana para tirá-la do Brasil.

      Excluir
    2. Vou aproveitar este espaço e responder aquele
      sujeitinho pilantra que chamou os baianos de
      petralhas no post Carne Requentada:você é um
      OTÁRIO,LAZARENTO E PILANTRA como todo
      bolsonazista é.E o Tony que bloqueie este sujeito
      aqui.Está enchendo muito o nosso saco.

      Excluir
  2. E o Paraguai? Nunca pensa em tomar de voltar os territórios que perder para o Brasil???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Brasil fabrica aviões e o Paraguai só tem
      muambas.Essa é a diferença.

      Excluir
  3. Então o todo poderoso Brasil já pode pegar de volta a Cisplatina, que perdemos pra meia dúzia de soldados uruguaios kkk

    ResponderExcluir