domingo, 22 de outubro de 2023

A DONA DA MOSTRA

No final de agosto, eu tive uma conversa de mais de duas horas com a Renata de Almeida, diretora da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Assunto não falou: eu sou rato da Mostra desde 1983, e compartilhamos muitas histórias vividas no maior evento cinematográfico do Brasil. Renata "herdou" o posto depois que o marido Leon Cakoff, criador do festival, morreu em 2011, e vem fazendo um trabalho excepcional desde então. Ela enfrentou com galhardia o duplo desafio da pandemia e do desgoverno Biroliro, e sobreviveu a ambos. Este ano a Mostra voltou com tudo, inclusive patrocínios que havia perdido. A entrevista saiu na coluna de hoje da Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo. Dá para ler aqui.

Um comentário: