quinta-feira, 12 de outubro de 2023

A CANTORA-PROBLEMA

Kim Petras lançou seu segundo álbum, "Problématique", apenas três meses depois do primeiro, "Feed the Beast", que saiu em junho. Uma estratégia estranha, mas "Problématique" já estava pronto há tempos, com singles lançados no ano passado, e deveria ter sido o primeiro álbum da cantora trans. Aí vazou na internet e chegou a ser cancelado pela gravadora, só para ressurgir agora. Ainda bem: com 10 faixas curtas e apenas meia de duração, é uma festa do começo ao fim. Todas as músicas são boas, especialmente a faixa-título e "All She Wants". que tem a participação da semi-esquecida Paris Hilton. Mas há um probleminha: tudo poderia ser cantado por Kylie Minogue, Dua Lipa ou qualquer outra diva da dance music atual. Kim Petras, a primeira artista transgênero a ganhar um Grammy, parece ainda não ter devolvido personalidade própria - coisa que colegas como Conchita Wurst ou Pabllo Vittar já tinham desde o primeiro dia. Soar genérica pode até ajudar a emplacar um hit, mas não é isto o que se espera da bela Kim.

Um comentário: