sexta-feira, 1 de setembro de 2023

GOLDA VAI À GUERRA

Sou velho o suficiente para ter sido contemporâneo de alguns gigantes da história, como Mao Tsé-Tung, Fidel Castro ou Charles De Gaulle. Nenhuma figura política de hoje chega aos pés da importância que eles tiveram. Acho que há uma única mulher nesse seleto clube: Golda Meir, primeira-ministra de Israel. Durona, determinada, "no bullshit", ela estava no comando do país durante a terrível Guerra do Yom Kippur, em 1973, da qual não houve um vencedor claro. Esse período é retratado no filme "Golda", que a mostra em reuniões tensas com seus ministros e fumando um cigarro atrás do outro, até mesmo durante consultas médicas. Não há cenas de batalha, só algumas imagens de arquivo, e lá pelas tantas bate uma certa modorra. Madame Meir era uma pessoa interessantíssima, que merecia uma cinebiografia mais ampla. Mas Helen Mirren este fabulosa no papel, ajudada por uma prótese nasal. Curioso que reclamaram do nariz falso do Bradley Cooper em "Maestro" e do fato de ele ser um gentio interpretando um judeu. O caso de Helen Mirren é idêntico, mas ela foi poupada. Talvez por ser mulher?

21 comentários:

  1. Pq ainda não estava na hora de reclamar.

    ResponderExcluir
  2. Talvez pq a prótese nela contribua para retratar que ela era uma mulher feia fisicamente, nele fosse prescindível.
    Lembro que Nicole Kidman tb utilizou quando interpretou Virgínia Woolf, imagina a Nicole com aquela cara de top model interpretando a escritora feiosa sem qualquer artifício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Virgínia,feiosa?????AH,VÁ!!!!!!

      Excluir
    2. E eu com isso? O que vale é a beleza interior. Afinal, o que vale mais, uma pessoa bonita, mas que matou meio mundo e toca o terror por onde passa, ou uma pessoa feia que ajuda a todos e ama a todos os seres vivos?

      Excluir
    3. 16:13-Nicole Kidman tem muito
      de Virginia Woolf.

      Excluir

  3. Tem sim: Lula, mas o elitismo não deixa ver...

    ResponderExcluir
  4. Acho que talvez pelo fato de todas as caricaturas preconceituosas serem de homens, que eu lembre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João,lembre como ela tratava os
      palestinos quando foi primeira-
      ministra.Igual o inelegível tratava
      os índios e os negros,por exemplo.

      Excluir
    2. Não estou falando dela...estou falando de caricaturas antissemitas.

      Excluir
    3. E os antipalestinos,hein,João?São
      racistas,sabia?kkkkkkkkkk

      Excluir
    4. Ela,como todos os primeiros-ministros
      israelenses de direita,são ou foram
      racistas com os palestinos.Isso é fato.

      Excluir
    5. Estou respondendo à pergunta feita pelo Tony, amor.

      Excluir
  5. Margaret Tatcher não entraria nesse seleto grupo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente!A Gillian Anderson e a
      Andrea Riseborough que o digam.

      Excluir
  6. Será um daqueles filmes de final preguiçoso que terminan de repente com um frasezinha dizendo o que aconteceu depois e deu? Detesto quando os filmes fazem isso. Eu sei que em se tratando de histórias e personalidades reais a história obviamente continua com os seus desdobramentos, mas muitas vezes me passa a impressão de preguiça de arrematar o filme. Fica parecendo que o roteirista simplesmente desistiu.
    A Ellen está a cara do saudoso Walter Matthau.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme não é sobre a vida dela,é sobre
      o tempo em que ela governava Israel.

      Não é Ellen,é Helen.

      Excluir
    2. 13:47 Mas independente disso. Tem filmes que terminam abruptamente, como se o roteirista simplesmente desistisse.

      Excluir
    3. 20:01-Não dá pra comparar com a
      Rainha Elizabeth que governou de
      1952 até o ano passado.kkkkkkk

      Excluir
  7. Nesse seleto clube poderia também incluir Indira Gandhi, não? Quero muito ver Golda...

    ResponderExcluir
  8. Não sabia que judeus tinham virado uma nova cota do cinema... Primeiro gays só podendo interpretar gays, depois trans, agora judeus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 21:54-Não é judia a atriz que fez a Golda.
      Ela é do país que inventou Israel.Oh,yeah!

      Excluir