segunda-feira, 24 de julho de 2023

VOX ABAFADA

A Espanha sofreu 36 anos sob a mais longeva ditadura de extrema direita. O regime de Franco perseguia opositores, censurava as artes e impedia que o país se modernizasse. O resultado foi que tanto espanhóis como portugueses, dominados pelo também extremista Salazar, perderam o bonde da abundância que enriqueceu a Europa Ocidental do pós-guerra. Sobram poucas pessoas que sentiram na pele as agruras franquistas, mas seria estranho de qualquer maneira se os ultrarreaças do partido Vox tivessem uma vitória consagradora nas eleições de ontem, como previam muitos órgãos de imprensa. Exatamente o contrário aconteceu: os brucutus perderam 19 cadeiras no Parlamento - uma quea abrupta de cerca de 40%. Com isto, a direita não formou maioria para compor um novo governo, e pode até ser que role outro pleito. Ou, na melhor das hipóteses, que o PSOE continue no poder.

4 comentários:

  1. A direita irá voltar. Tanto lá como aqui. Aguardem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somente pela ordem natural das coisas.
      G-

      Excluir
    2. 20h26: seu comentário não necessariamente sugere isso, mas é bom lembrar que chamar aquilo que aconteceu por aqui nos últimos 4 anos de "direita" requer muita ignorância, ou má fé pura e simples mesmo.

      Excluir
  2. “A direita” nada mais é que um bando de vagabundo querendo acumular dinheiro pra fazer merda e escravizar os outros. Não existe ideologia isso é bobagem, temos que apontar os dedos pros oligarcas os responsáveis por essas merdas.

    ResponderExcluir