domingo, 16 de julho de 2023

QUEM ESTÁ MAIS ERRADO?

Uma escaramuça pública entre os dois políticos gays mais famosos do Brasil merece atenção, por pequena que tenha sido. Na noite de sexta, o ex-deputado Jean Wyllys e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, trocaram os tuítes aí ao lado. Eu tento muito gostar do Leite, mas ele não colabora. Manter as escolas cívico-miltares é só um aceno que ele faz para a extrema direita, na vã esperança de que esses gorilas irão relevar o fato de ele gostar de piroca. A única coisa realmente moderna neste neotucano é sua coragem em se assumir. Mas preciso admitir que já gostei mais do Jean Wyllys. Ele tem razões de sobra para ser agressivo, mas eu sinto que esses rompantes não ajudam em nada a causa LGBTQIA+. Embora eu concorde com ele, Wyllys prega aos convertidos, que ainda são bem poucos, e afasta aqueles que poderiam se tornar nossos aliados.

41 comentários:

  1. O Leite é o típico gay padrão que joga o jogo do opressor. Imposta a voz para dar uma de macho, falou que é gay sem dar detalhes, enfim...tem uma expressão da masculinidade que é aceita pela sociedade. Não espanta que ele queria fazer o jogo da direitona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem todo gay que é straight-passing tá "jogando o jogo do opressor".

      Excluir
    2. Ele imposta a voz, já percebi isso tb, ou é o sotaque gaúcho? 😂
      "...na vã esperança de que esses gorilas irão relevar o fato de ele gostar de piroca." Os progressistas não irão conseguir relevar isso para um cargo executivo como a presidência, quem dirá a extrema direita.

      Excluir
    3. Eu sou gaúcho e já percebi que ele modela bem a voz.

      Excluir
    4. Ele não imposta a voz, ele vez vocal coaching para parecer mais confiável nos seus discursos como político. Não posso provar, mas apostaria que sim. Lembram do Collor? Lembro de uma vez , uma fono falando sobre o treinamento de oratoria dele...

      Excluir
  2. Eu etendo a atitude dele, mas falta uma visão de maior alcance. Tudo que ele está fazendo é fortalecer o bolsonarismo, porque aquele povo vive de criar animosidade.

    ResponderExcluir
  3. Detesto Jean Wyllys. Me julguem. Sujeito amargo, rancoroso.
    Quando o Leite saiu do armário, no mês do orgulho, do "acolhimento", embora a entrevista com Bial tenha ido ao ar em julho, todos os opositores políticos dele souberam separar as coisas e o parabenizaram, menos Jean, que se empenhou em destilar amargura em intermináveis tuítes.
    Agora essa declaração, digna de um membro do MBL.
    Quanto ao Eduardo, obviamente fazendo o desserviço de acenar para os radicais ao decidir manter, agora com recursos do estado, esse programa que mais privilegia milicos que professores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Leite só foi no Bial porque a Globo
      precisava de um candidato pra apoiar
      em 22.Mas,ele preferiu ficar no RS e
      se reeleger governador.Aguardem 26.

      Excluir
    2. E.L. só foi no Bial pq tinham fotos comprometedoras dele e iriam publicar. Ele teve tempo e o direito de arrumar uma entrevista exclusiva. Se fosse alguém da esquerda era publicado sem dó e sem aviso.

      Excluir
  4. Mas convenhamos, chamar um governador de "bee" não é para qualquer um, né? Jean arrasou no shade kkkkk.

    ResponderExcluir
  5. Agora vamos combinar, né? O Jean poderia ter matado essa no peito e ter feito um golaço, mas prefere agir como um descompensado.
    Percebam, é fácil odiar o Fernando Holiday, o Eduardo Leite não; o motivo, basta olhar uma foto dos dois (assim é o mundo!), portanto, um ataque desse tipo a ele, faz surgir um efeito contrário, coloca ele como coitadinho, perseguido até por outros gays por "tentar fazer o melhor".

    ResponderExcluir
  6. Anônimo 16:42,

    Sim!!! E o Leite é pior que o Holiday, é só se lembrar do esquema das vacinas que ele participou. Mas, como você disse, é só colocar a foto dos dois lado-a-lado que a gente lembra o porquê de um ser mais "gostável".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 19:09-E o Leite se elegeu igual o
      Covas contra o Maluf em 1998-com
      os votos do PT.Isso aconteceu 2
      vezes,em 2018 e 2022.

      Excluir
    2. Nossa, tem um post do Tony de anos atrás que já dizia que o Jean não era mais likeable porque era feio.

      Excluir
    3. 11:01-Feio é quem dá a bunda pra
      escolinha de milicos evanjegues.

      Excluir
  7. O Fernando é vereadorzinho de SP e o
    Leite é governador do RS-quem vale mais,
    baby????????kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. O Mio Babbino Caro
    Prezado Tony, esqueça essa lenda de "afasta aqueles que poderiam se tornar nossos aliados" esses tais na verdade só querem pretextos para não se tornarem nossos aliados, isso se confirma a todo dia e a toda hora é desconfortável mas isso é um fato. Nossos aliados são aqueles que se curvam à valores humanos e de direito. O restante é atirei o pau no gato. De adeus às ilusões e isso vale para um monte de outras situações.

    ResponderExcluir
  9. Como foi que Jean Wyllys emparedou Eduardo Leite. Por Moisés Mendes

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-foi-que-jean-wyllys-emparedou-eduardo-leite-por-moises-mendes/

    ResponderExcluir
  10. Que cagada no pau do Jean! O cara sofria com fake news o tempo todo, ficou 4 anos na moita, esqueceram dele um pouco, volta e apronta uma dessa? O Janones fazendo escola. O baque deve ter sido grande, pois até cortina de fumaça criou, desenterrando uma foto dele no bbb,até o Boninho ele marcou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 11:05-O Janones é do centrão,o Jean
      é petista.Nada,nada,nada a ver.

      Excluir
  11. O Jean adora sua imagem de intelectual e de acadêmico, mas na hora de brigar, apela para um conceito de senso comum e nada científico - homofobia internalizada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 11:06-O Leite provou que,não é,não
      foi e não é um progressista,ao
      contrário do Jean.Escola militar é
      coisa de evanjegue reaça.

      Excluir
  12. Sou professor de escola pública e o Brasil é o país aonde há o maior número de violência contra professores. Já houve ataques em escolas militares? NÃO. Os jovens precisam de DISCIPLINA E RESPEITO. O que não existe atualmente. E antes que digam que sou bolsonarista, não sou. Mas cansa ser humilhado diariamente por jovens idiotas e mal-educados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, essa discussão já vem sendo feita em alguns posts aqui. Escolheram ignorar (mais uma vez) professores e optaram pelo paradigma onde só é possível gostar de escolas cívico-militares se você for de extrema-direita.

      Excluir
    2. Nenhum professor de escola pública
      apóia esta babaquice.A não ser que
      você seja UM BARNABÉ.Sentiu,
      BARNABÉ???????KKKKKKKKKKKK

      Excluir
    3. Você dá aula? Não. Então cala a boca!!!

      Excluir
    4. Anônimo 17:40,
      Perfeito. A esquerda festiva acha que colégio público é igual à série "Segunda chamada" da Globo, onde tudo dá certo no final. Queria ver esse povo educando o oprimido por uma semana. A gente tem é muita garra.

      Excluir
    5. 17:40-Não pedi tua opinião,ô,
      noivinha do Aristides.

      19:20-A direita festiva prefere o SBT,
      a Record e a Jovem Pum.Nenhum
      gênio da humanidade estudou em
      escolinha de milico gagá e mamateiro.
      Carluxo,vá a merda.

      Excluir
  13. TONICA e eu que faço de tudo para implicar com vc, mas seus textos sao tao lucidos e bem escritos que tenho que concordar com tudo, sorte do seu marido vc ter uma cabeca tao boa e ser tao inteligente.

    ResponderExcluir
  14. A crítica do Jean ao modelo educacional dos milicos é até válida, porém partiu para um ataque tão baixo para o Leite (a quem eu só daria meu voto para uma hipotética candidatura a presidência se o(a) adversário(a) for alguém da bozolândia) que perdeu a razão. Ao acusar o outro de ter "homofobia internalizada", ele mesmo escancarou a dele ao tratar um semelhante, no caso outro gay, de maneira jocosa. Por que a sexualidade do governador do RS é algo a ser ressaltado pelo ex-deputado se isso não está em jogo? Fui solidário ao Jean durante os ataques homofóbicos sofridos nas legislaturas passadas e quando ele saiu do país, mas progressivamente estou perdendo minha admiração por ele. Quanto ao Eduardo Leite, tenho críticas enormes, mas nenhuma delas passa pela sexualidade do cara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse teu textão de Facebook não serve
      pra nada.O Leite foi muito atacado pelo
      Bozo quando foi presidente,e,agora,
      resolve tomar as dores do palhaço
      apoiando esta invenção da Noiva do
      Aristides que não serve pra merda
      nenhuma.Hipocrisia pura.

      Excluir
    2. Se essas poucas linhas escritas são um "textão de Facebook" para você, então é de se deduzir que seu nível de leitura talvez seja bem baixo, o que provavelmente explica sua escrita precária e confusa.

      Excluir
    3. É um textão de Facebook,claro.

      Excluir
  15. Embora eu seja eleitor de Leite e aprovo 80% de sua política pública, esse tiro no pé ele não poderá dar por imposição da justiça:
    https://gauchazh.clicrbs.com.br/colunistas/rosane-de-oliveira/noticia/2023/07/decisao-judicial-proibe-adesao-do-rs-ao-programa-de-escolas-civico-militares-clk8rzlr300ev015lw9nvf58o.html
    Não vai rolar bajulação governador, felizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico pensando nos eleitores do PT
      que votaram nele,porque o partido
      de Lula ficou de fora do segundo
      turno.20:50-Não vai rolar bajulação
      pra ele,felizmente.

      Excluir
  16. Sei lá, acho o Jean muito cheio de ódio.
    Por outro lado, o leite não me desce por ser muito pasteurizado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ódio de bolsonaristas?Eu
      também tenho!!!!!!!

      Excluir
  17. JW jogou mais cal sobre a própria sepultura. Ataque odioso e vazio, argumentos de fila de porta de sauna.

    ResponderExcluir
  18. As escolas cívico militares apesar de serem um projeto do Edair são bem avaliadas,há pessoas que dizem que se tornam local de doutrinação de extrema direita,mas os professores não são milicos,acredito que inclusive devam existir professores de esquerda nas áreas de humanas,para mim quanto mais escolas há,melhor será,pelo menos um professor nunca irá apanhar de aluno em uma escola cívico militar,serão respeitados e eu amo o Leite,quero que ele seja presidente em 2026.

    ResponderExcluir