sábado, 3 de junho de 2023

RECUERDOS QUE NO VOY A BORRAR

Um dos muitos mitos a respeito da Argentina é o de que o país vive preso a um passado glorioso, e não consegue inovar nada no presente. Não é verdade, claro, mas eis que os meus dois favoritos da música de lá resolveram revisitar seus maiores sucessos ao invés de lançar novidades. Fito Páez, que acabou de ter sua juventude contada na minissérie "El Amor Después del Amor" da Netflix, simplesmente regravou todo o álbum do mesmo nome, com novos arranjos e cheio de convidados especiais. Lançado em 1992, o disco é o mais vendido de todos os tempos do pop argentino,  e todas suas 14 faixas poderiam se tornar hit singles. Algumas delas ressurgem radicalmente diferentes em "EADDA9223", com outro andamento ou sutis alterações na melodia. É o que faz Marisa Monte, a quem coube dividir com Fito os vocais da música dele mais conhecida no Brasil, "Un Vestido y un Amor". Outro nosso conterrâneo, ninguém menos que Chico Buarque, esmerilha no castelhano em "Pétalo de Sal". A lista VIP ainda inclui luminares como Elvis Costello ou Andrés Calamaro, o único que participou da gravação original, mas também novatos como Conociendo Rusia (um cantor, não uma banda) e a mexicana Ángela Aguilar, que aparece no clipe aí em cima. "El Amor Después Del Amor" é um dos discos que eu levaria para a proverbial ilha deserta, apenas, e eu fiquei com medo de odiar essa releitura. Ao contrário: adorei, porque ela só enriquece mis recuerdos.
Minha adorada banda Miranda! também resolveu revirar seu próprio catálogo. Ao invés de regravar um álbum inteiro, Ale Sergi e Juliana Gattas fizeram novas versões de seus maiores sucessos, em duetos com artistas argentinos novos e antigos. Dois deles também aparecem no projeto do Fito Páez, Lali e Andrés Calamaro, mas nenhum é famoso no Brasil. Também não houve mudanças radicais: os hits estão todos reconhecíveis, bem parecidos com suas encarnações originais. É um trabalho até tímido de uma dupla que sempre primou pelo atrevimento, mas não deixa de ser bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário