terça-feira, 9 de maio de 2023

MULHERES MACHISTAS

Certa vez, um moleque me desafiou na internet: eu deveria ser "altruísta" e parar de defender os direitos LGBTQIA+, pelo bem do Brasil. Esquecer essa bobagem e apoiar candidatos liberais na economia e conservadores nos costumes (uma contradição em termos, pois quem é liberal para valer é liberal em tudo). Mandei o garoto pastar e ele nem deve ter achado ruim, já que o pasto era seu habitat natural. Agora vemos um belo exemplo de altruísmo vindo da bancada feminina de extrema-direita. Bia Kicis, Carla Zambelli, Rosângela Moro e quejandas votaram todas contra a equiparação dos salários de homens e mulheres. A justificativa é que a igualdade salarial prejudicaria o emprego e a economia. Já que é assim, eu proponho que as nobres deputadas deem um passo além: abram mão de 30% de seus salários. Se elas ganharem menos que seus colegas masculinos, esse dinheiro economizado pode girar, estimular pequenos negócios, aumentar o PIB brasileiro. Vamos lá, cambada, abram mão de seus direitos pela felicidade geral da nação! 

Deltan Dallagnol, cuja suposta fé cristã não o impediu de agir de maneira ilegal na Lava-Jato, usou um argumento ainda mais tosco para justificar seu voto contra a igualdade salarial: a Bíblia diz que a mulher tem que se submeter ao homem. Será que as mulheres que votaram nele concordam? Talvez, porque é o tal negócio: se não houvesse mulheres machistas, o machismo já teria sido eliminado há tempos.

ATUALIZAÇÃO: caí feito um patinho. Era fake a notícia sobre a justificativa bíblico-machista do Dallagnol. Ele sequer discursou no dia da votação. Fui vítima do mue próprio viés de confirmação e cometi um pecado jornalístico: não chequei a veracidade da notícia. Mas Dallagnol votou mesmo contra a equiparação salarial, portanto é mesmo um bosta.

20 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Está difícil lidar com tanta "Gente de Bem". Pior, a rigor seriam pessoas instruídas, alfabetizadas, formadas. Só pode ser cinismo dessas almas cinzentas. Senhor Piedade!!!
    (Lembrando que aqui à primeira oportunidade muitos desses seres vem manifestar suas deformidades. É só ver o histórico, fora daqui cambada a cheirar enxofre.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zeca, é por isso que a oligarquia brasileira tem tanto medo da educação, veja o que fizeram quando simplesmente 70% dos royalties do petroleo iriam pra educação

      Excluir
  2. Deus me livre de defender essa corja, mas não é verdadeira a justificativa bíblica do Dallagnol. É uma fake news que se espalhou pelas redes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bíblia tem algumas porcarias,sabia?

      Excluir
    2. Isso, ele é péssimo, mas dá para criticar falando só com verdades. Óbvio que o Tony não sabia do fake

      Excluir
    3. Não sabia mesmo. Vou atualiza o post.

      Excluir
  3. Gosto quando vc vai na jugular!
    Essa é a grande questão de quem gozando de notoriedade, repete a opressão de que hipoteticamente seria vítima. Vou além, ao invés de doar parte dos seus vencimentos, elas sequer deveriam estar ocupando cargos públicos, Rô deveria estar lavando as cuecas freadas e preparando o jantar do conge, mas não, elas usufruem de conquistas feministas enquanto destroem a possibilidade de ascensão de outras mulheres que não tiveram as mesmas oportunidades, e muito menos são oportunistas. E isso vale para negros e Lgbt's, lembrei daquele governador...

    ResponderExcluir
  4. esperando o texto sobre nossa inesquecivel Rita Lee.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mesma Rita Lee que disse que "amor sem sexo é amizade"? Eu, como assexual, não fico nem um pouco triste com a morte dela. Especialmente porque assexuais que sentem atração romântica existem. Tipo o Caíque em Travessia. Gente que nem ele existem na vida real.

      O que eu queria, era ver um casal de assexuais mostrando quatro dedos do meio pro túmulo da Rita Lee.

      Excluir
    2. 20:53-Só você e os bozistas estão
      comemorando a morte dela.Citar
      novela podre da Globolixo escrita
      por uma bozista foi o teu batom na
      cueca.Você passará,a Rita,passarinho.

      Excluir
    3. 23:26 Como eu ia saber que a Glória Perez é Bolsonarista? Não sou adivinho.

      E não há nada de errado em um assexual comemorar a morte de uma acefóbica. E seu comentário onde você tenta invalidar o meu só por mencionar uma novela da Globo é um ad hominem. Não invalida o fato que casais de assexuais existem.

      Você criticaria um gay que comemora a morte de um homofóbico? Pois então?

      Excluir
    4. 15:14 sou gay e jamais comemoraria ou desejaria a morte de um homofóbico.
      Prefiro, que fique vivo e que sofra até aprender.

      Excluir
    5. ANONIMO 20.53 ALEM DE NAO GOSTAR DE SEXO, VC É MUITO BABACA!!!

      Excluir
    6. sou a favor de salarios iguais, porem estabilidade gestante é um a vergonha, quer ter filhos, se programa e o homen que aguente as pontas, o empresario tem que pagar para o trabalhador ter filho? um amigo contratou uma mulher, ela trabalhou um mes e engravidou, tinha enjoo, nao podia trabalhar e ele teve que contratar outra pessoa e bacar por um ano e meio pagando alguem que nao trabalhou.

      Excluir
    7. 15:14-Incel que comemora a morte da
      Rita é no mínimo,um monstro-e,no
      máximo,um filha da puta.

      18:47-Se o empresário pode ter filhos,
      porque o empregado não pode?Eles
      nadam em dinheiro,viajam pra Miami
      toda semana,moram em bairros nobres,
      porque o pobre tem sempre que estar
      na merda?Por quê Jesus quis?

      Excluir
  5. Toninho, o seu texto sobre a Rita fez a diferença hoje! Como apanhou a pobi da Folha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sexo,drogas e Rock & Roll.É o
      roteiro dessa gente,sempre.

      Excluir
    2. Dessa gente bacanérrima, sempre.

      Excluir
  6. Engraçado parece que andamos pra trás principalmente nos últimos anos a elite brasileira realmente é uma bosta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só a idiota da Barbara Maidel,uma que
      se acha,foi contra esta lei.Uma idiota.

      Excluir