segunda-feira, 15 de maio de 2023

INSUFICIENTE CORAÇÃO

É quase impossível que Recep Tayyip Erdoğan não seja reeleito. O presidente da Turquia, há 20 anos no poder, recebeu 49,5% dos votos no primeiro turno. Em qualquer democracia operacional, o próximo round já seria favas contadas. Em se tratando da Turquia, então, a surpresa é o fato de Erdoğan não ter roubado a eleição logo de cara. Mas talvez seja este o plano: dar ao mundo a aparência de que está tudo funcionando direitinho. O povo manifestou sua vontade livremente e as urnas deram o aval para um governo cada vez mais corrupto, incompetente e autoritário. Tomara que eu esteja enganado, mas duvido que os coraçõezinhos do oposicionista Kemal Kılıçdaroğlu consigam interromper neste momento o delírio absolutista desse déspota pouco esclarecido.

Um comentário:

  1. Infelizmente o Erdogan vai ganhar de lavada no segundo turno porque simplesmente tem apoio de religiosos muçulmanos que até hoje lhe agradecem por terem tirado da pariedade que lhe eram submetidos na Turquia.

    ResponderExcluir