terça-feira, 2 de maio de 2023

DON'T BE EVIL

O Facebook sempre foi do mal, e o Twitter se tornou especialmente maligno desde que foi comprado pelo Elon Musk. A esta lista infame agora podemos acrescentar o Google, que também é dono do YouTube e do Blogger, o hospedeiro deste blog. As atitudes da empresa às vésperas da votação do PL das Fake News no Congresso são absolutamente vergonhosas, e dão a entender que ela prefere criancinhas mortas num ataque a uma escola do que uma redução em seus lucros. Direcionar  o usuário a anúncios e matérias contra o que ele chama de  PL da Censura e tentar influenciar os influenciadores mostram que o Google se acha acima dos governos. Pelo menos já sumiu o aviso de que a aprovação na nova lei vai piorar a internet. Ficaram com medo da multa de um milhão de reais por hora.

20 comentários:

  1. Detalhe: esse bullying que o Google fez é só aqui, na república das bananas. Na Europa eles jamais postariam uma advertência contra a legislação como fizeram nessa semana aqui. Essa gente nos governa.

    ResponderExcluir
  2. sempre me impressionei com a ingenuidade das pessoas desde o orkut que eu era a unica que desconfiava e achava ridiculo e odiava to sabendo a função das redes de monitoramento que golpearam a Dilma também (royalties do petroleo pra educação), tipo sempre foi tao obvio um pais que passou por 20 anos de ditadura militar onde se desaparecia se algum malandro te dedurasse NINGUEM DESCONFIOU?/???? mano....era obvioooooo assim a burrice das pessoas anda me surpreendendo e não é de hoje por isso conto os dias pra vazar. nunca tive conta facebook

    ResponderExcluir
  3. ve se na China o facebook ou whatsapp bombava ou na RUssia o que isso quer dizer querido? na boa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Marreco de Maringá tá a favor do
      PL do Elon Musk-bandido apoiando
      bandido,ora,bolas!!!!!!!!

      Excluir

    2. China e Rússia têm suas próprias redes sociais e aplicativos de mensagem. O que isso quer dizer é que você é uma pessoa mal informada.

      Excluir
  4. a polícia e o poder público é incapaz de investigar tais coisas e oferecer o básico que é segurança nas escolas ou na rua, aí a culpa cai em quem? no Google kkkkkk
    brasileiros não compraram essa mentira disseminada por gente como você, desista

    O choro de vocês está em o Twitter graças ao Elon Musk agora permitir que a comunidade desminta desinformação com fatos e a comunidade contribui com isso, desinformação se combate com informação
    o político não pode mais mentir, nem você nem jornalista nem influenciador pago pelos governos do mundo
    o banimento temporário do Telegram só prova como o buraco é mto mais embaixo, as pessoas já sabem o que é VPN, Proxy, Tor...
    bloquear serviços vai gerar revolta popular, e eles sabem disso
    se cidadãos russos conseguem driblar o Putin, não vão conseguir os brasileiros um cachaceiro ou um comunista obeso?
    Só resta a vocês lamentarem o pós 2013 com pobres tendo acesso fácil a informação e tecnologia, e não há nada que vocês possam fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cala a boca seu imbecil burro desinformado, as redes sociais servem pra coletar informações sensiveis da nossa vida pessoal e usar contra nós quando necessario. E manipular nossos sentimentos e emoções por motivos politicos. Imagina algo assim nos anos 60/70 o que aconteceria com os gays por exemplo????

      Excluir
    2. "Graças ao Elon Musk agora permitir que a comunidade desminta desinformação com fatos".

      Ainda bem que eu não estou com a boca cheia de farofa.

      Excluir
    3. Quem é o "comunista obeso"?

      Excluir
    4. 17:48-O 04:28 foi pago pelo Elon
      Musk pra escrever merda aqui.

      Excluir
  5. 04:28: Largue o padê, Carluxo!

    ResponderExcluir
  6. Em síntese:
    A: as práticas das big techs são agora investigadas no âmbito dos Inquéritos 4.781 e 4.784; B: as empresas não estão livres de responsabilização civil e administrativa no caso de cometimento de crimes;
    C: os representantes dessas empresas não estão livres da responsabilização penal. Observem que o ministro destaca que são imposições constitucionais;
    D: a responsabilidade civil e administrativa das empresas vai se dar pela via congressual ou judicial, mas vai acontecer. O Marco Civil da Internet não se impõe sobre a Carta; E: ah, sim: todas as empresas podem e devem lutar em favor dos seus interesses. Por meios lícitos.

    ResponderExcluir
  7. Viva o Google! Viva a liberdade! Não a censura! Se fosse o antigo presidente pedindo a censura, vcs estavam enlouquecidas, mas como é a turma da esquerda, pode! Vcs já viram algum país de primeiro mundo pedindo controle/censura das redes sociais? Nunca. Como o cachaceiro e bando dele querem se perpetuar no poder tudo pode.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 09:59-Cala a boca,Carluxo!Você,o
      Elon Musk,o Chupetinha,a Carla
      Zambesta,o Marreco de Maringá,o
      Malacheia e outros bandidos estão
      puxando o saco dos ianques do
      Gugôl.Como diz o Toninho,ainda
      bem que não estou com a boca
      cheia de farofa.E o teu Bozo,toma
      o quê-água benta ou o xixi dele?
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  8. Eu acho que, no longo prazo, essa guerra está perdida para as empresas de mídia. Vai acontecer com a internet a mesma coisa que aconteceu com o rádio e a TV. Pode não vir tudo de uma vez, mas aos pouquinhos tudo vai ficar super regulamentado.

    ResponderExcluir
  9. Imagina se fosse o Bolsonaro querendo aprovar a censura?
    Iria estar o fim do mundo falando de ditadura militar, mas como é Lula ninguém fala absolutamente nada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o que me alivia é saber que a censura um dia vai voltar no rabo de quem apoiou.

    ResponderExcluir
  10. um viado velho desses acreditando em boas ações do governo petista

    ResponderExcluir
  11. imagina acreditar que o governo quer proteger as criacinhas kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Tomara que aprove mesmo

    Vai ser lindo em 2026 isso se virando contra eles

    ResponderExcluir
  13. As redes sociais e os portais de notícias nem podem se posicionar contra. Que democracia é essa? pensamento de merda de vocês, hein...




    Se essa PL fosse confiável haveria:

    Definição bem clara do que é fake news e não um texto genérico "temos que proteger o adolescente, a democracia...".
    Nem entraria em pauta como tava poucas semanas atrás um órgão regulador independente que removeria as notícias que o governo considerasse "fake news".

    ResponderExcluir