domingo, 7 de maio de 2023

DIAMANTES NÃO ETERNOS

Quando eu era pequeno, havia um comercial na TV da Lapidação de Diamantes Antuérpia, "a maior organização diamantária do país", que existe até hoje. Muitos anos depois, ei visitei Antuérpia e tive a manha de passar ao largo do "diamond district", um dos motores da cidade. É lá que se concentram as "organizações diamantárias", que eram dominadas por judeus ortodoxos antes da chegada dos indianos. Este bairro é o principal cenário de "Diamantes Brutos", ótima minissérie belga disponível na Netflix. É mais uma obra de teledramaturgia que mergulha no mundo dos hassidim, mas dessa vez a maioria dos atores não é de origem judaica. Isto não prejudica em nada, até porque são todos ótimos e alguns esbanjam fluência em flamengo, francês, inglês e até iídiche. A trama tem uma premissa interessante: um dos herdeiros de uma empresa de compra e venda de diamantes brutos fez (maus) negócios com a máfia albanesa. Incapaz de pagar sua dívida, ele se mata e deixa a empresa à beira da falência. Eis que surge para salvá-la a ovelha negra da família, que abandonou a religião e vive de maneira laica em Londres. Mas não é só isso: o rapaz também é barra pesada pois está envolvido com o narcotráfico. Intrigas familiares, questões religiosas, cenas de ação e pancadaria e locações em Antuérpia, que não é exatamente linda, fazem de "Diamantes Brutos" uma boa surpresa.

20 comentários:

  1. odeio as religoes monoteistas misoginas, pra mim todas deveriam ser extintas consideradas ilegais.

    ResponderExcluir
  2. nossa lembrei do garimpo e da destruição da amazonia e do Safra sendo queimado vivo em Monaco com seus olhos derretendo pelo calor. gente escrota primitiva cada dia eu respeito mais os indiginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem seria essa "gente escrota primitiva"? Os judeus ?

      Excluir
    2. quem destroi a floresta

      Excluir
    3. basicamente os militares brasileiros

      Excluir
    4. 23:20-Benny,o 17:21 confundiu a
      safra do agro com o Banco Safra.
      Ele é ex-aluno do Mobral.

      Excluir
    5. 14:27 agiotas, extrativistas, grileiros, garimpeiros são da mesma safra amigo. quem se beneficia dessa porra é tao colpado quanto e todo dinheiro sujo esta nos bancos. E hehe o predio onde o safra morava hoje é habitado por um russo rei dos fertilizantes sacou?

      Excluir
    6. E você está colocando os judeus entre os agiotas? E qual a relação entre quem mora no prédio onde o Safra morava com o que está sendo discutido?

      Excluir
    7. Não pra mim a oligarquia é uma coisa só. Tanto tempo numa sociedade perversa como o Brasil onde não existem oportunidades, chances, onde temos que engolir golpes de estado a cada 10 anos, pagar tudo mais caro por coisas piores, não ter uma porra de um trem pra ir até o Rio me fez desprezar a oligarquia ainda mais a maioria dela é Cristã uma religião misógina que abomino veja o que a FIAT fez no Brasil por exemplo não a toa a famiglia morava aqui. Ou o Lehman empurrando a reforma do ensino médio num povo que já é o mais burro e ignorante do mundo? Talvez eu seja ingênua mas tenho uma visão de futuro utópica onde as pessoas possam viver bem em harmonia trabalhando apenas no auto conhecimento e aperfeiçoamento seus talentos assim contribuindo com a sociedade sem essa de emprego de salário de dinheiro de exploração é muito ficção científica pra vc? Pra mim uma nova realidade é possível ah e Karl Marx que nós amamos era judeu então nada a ver a religião…

      Excluir
    8. 23:12-Textão de Facebook pequeno-
      burguês pedindo pra passear de trem
      até o RJ.Pra quê,pra ver o Projac?
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    9. Pergunta pro Tony que conhece bem a França a diferença que um trem bala faz na vida das pessoas. Porque vc acha que a China investiu tanto em trem e não em avenidas vômito de concreto como fez o Maluf? Um trem SP-RJ-RECIFE mudaria completamente a vida das 3 cidades iria diminuir até o preconceito racial e um trem praia a praia passando por todas as praias do Brasil? Isso não acontece graças a nossos militares mafiosos e influência de filhos da puta como a família FIAT. Inventam desculpa disfarçadas de ódio de classe uma doença do brasileiro tipo o trem não pode passar pela favela se não jogam uma pedra ah e amigo acordado de madrugada pra ver o ORKUT eu NUNCA TIVE CONTA FACEBOOK porque ao contrário de vc tenho mais de 2 neurônios

      Excluir
    10. 10:52-TREM PRAIA A PRAIA??????
      RECIFE É UM FAVELÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Vê se francês pobre usa trem-bala.....
      Você não entendeu a ironia quando
      falei em textão de Facebook.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    11. 10:52-O jênio se esqueceu que,na
      China tá cheio de pontes e avenidas
      de concreto.....o povo nosso passando
      fome,sem escola,sem SUS e o sujeito
      pensando em trenzinho.Rarará,como
      diz o Macaco Simão.

      Excluir
    12. anonimo 12:22 com certeza vc nunca foi a França, os ricos usam tgv classe media alta ou alta maioria nunca dirigiu um carro, pra que? Tony explica pro seu amiguinho.

      Excluir
    13. 14:51-Foi o que eu disse,tio.Os
      ricos é que usam o Trem-Bala
      naquelas bandas.

      Excluir
  3. Muito boa, mas jurava que os atores que falam Iídiche eram judeus, dialeto bem difícil pra quem é de fora aprender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui tem mais judeus que na Bélgica,
      de onde vem esta série acima.

      Excluir
  4. Pra mim os piores gângsters são os capitalistas

    ResponderExcluir
  5. Era os militares desde o início que nojo

    ResponderExcluir