sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

ÍNDIO QUER BOQUINHA

É impressionante como tem bandido entre os "patriotas" que vandalizaram as sedes dos Três Poderes em Brasília. O celerado que destruiu o relógio de D. João VI tem várias passagens pela polícia. A vovó de Tubarão já cumpriu pena por narcotráfico. Muitos dos empresários implicados nos ataques respondem a processos por trabalho escravo, grilagem e até assassinato. No meio desses cidadãos de bem, desponta Leo Índio, que fez muito par constante com seu primo Carluxo. O cara postou nas redes esta foto onde aparece om os olhos ardendo pelo gás lacrimogêneo, depois mudou a legenda para espalhar a balela que foram "infiltrados da esquerda" que destruíram os palácios e agora, com a polícia em seu pé, jura que não fez nada no 8 de janeiro. Fazer nada é uma especialidade do Leo: sem nenhum talento aparente, ele já passou por diversos cargos públicos, ganhando bons salários. É por isto que ele vai a essas "manifestações pacíficas". Como tantos, não está preocupado com a liberdade, nem com o comunismo. Só quer garantir uma boquinha. Não basta a do Carluxo.

5 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    Estava meio sumido mas reapareceu, defendendo seus interesses. Mas vamos torcer para vê-lo na Papuda dormindo de conchinha com algum presidiário marombadinho que encontre no caminho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém comentou no meu Instagram que o Leo Indio é da tribo dos ya no mamas.

      Excluir
    2. Tony 20:32
      Não sei a tribo de Léo Índio, tão pouco posso garantir, a testosterona de Carlos Jordy, Carlos Bolsonaro e Julian Lemos na Convenção ADHONEP.

      Excluir
  2. Kkkkkkkk BOQUETE DO CARLUXO
    #CARLUXOÉVIADO

    ResponderExcluir
  3. Ele é a prova que ser vagabundo pode ser uma profissão.

    ResponderExcluir