sexta-feira, 9 de dezembro de 2022

SEBASTIANISMO

Agora que o Brasil está fora da Copa, por quem torcer? Fácil: Portugal. Além de ser meu país favorito no mundo, a terra da maioria dos meus antepassados nunca venceu um Mundial. Mas admito que meu coração balança no jogo de amanhã. Porque também seria bacana que o Marrocos, único país árabe até hoje a chegar às quartas-de-final, também avançasse. OK, o Marrocos não é exatamente uma democracia liberal e a homofobia é oficializada, mas o povo de lá merecia essa alegria. Os jornais brasileiros já estão comparando a partida deste sábado à Batalha de Alcácer-Quibir, também conhecida como a Batalha dos Três Reis - todos os três, dois marroquinos e um português, morreram em combate. O tuga, é claro, é D. Sebastião, o Encoberto, que tinha apenas 21 anos de idade. Seu corpo jamais foi encontrado, o que engrendrou a lenda de que ele não teria perecido e voltaria a qualquer momento. Incrivelmente, a crença persiste até os dias de hoje em alguns rincões, e explica a ânsia que os brasileiros temos por um salvador da pátria (os lusos já superaram essa bobagem faz tempo). Deixemos o sabastianismo pra lá e foquemos no que importa: Portugal ou Marrocos?

8 comentários:

  1. Argentina, Hermanos, Latino Americanos
    Argentina bate Marrocos: ja aprovou casamento igualitário
    Argentina bate Portugal: foi colônia tbm e não colonizador
    Tudo isso é brincadeira, mas com fundo de verdade, sem rancor de Portugal
    Nick

    ResponderExcluir
  2. Cheguei a dizer aqui no blog, num ppst sobre p coiso e a seleção, que não me importava que a mesma perdesse a copa, pois ainda seria a seleção da era Bolsonaro. Mas depois que os minions passaram a torcer contra eu foi por outro caminho e hoje fiquei com dó. A copa ajudou a tirar o ranço que eu tinha com a camisa. Logo depois do jogo os membros da seita estavam comemorando a derrota de Tite e seus jogadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 23:43-O NEYMALA É BOZOMINION.
      SE NÃO SABE,FIQUE SABENDO.

      Excluir
  3. O corpo do Sebastião foi encontrado na época e levado a Portugal, mas resolveram criar o mito por questões politicas. Inclusive, uns 10 anos atrás até foi feito uma exumação n que seria os seus restos mortais. Isso já é um fato nas aulas de história por lá, apesar de não estar nos livros didáticos.

    ResponderExcluir