domingo, 11 de dezembro de 2022

PASSAGEM APERTADA

Jennifer Lawrence é uma atriz fabulosa, mas me provocou um ligeiro bode quando começou a ser indicada ao Oscar quase todo ano, geralmente por paéis para os quais ela era jovem demais. Too much too soon. Acho que ela mesma sentiu isto, pois deu uma sumida nos últimos tempos. Ressurge agora com o delicado "Passagem", disponível no Apple TV+. Ela faz uma veterana da guerra do Afeganistão que volta a Nova Orleans depois de ser ferida num atentado. Meio anestesiada para o mundo, ela faz uma amizade improvável com o mecânico da oficina onde deixa seu carro. Ambos têm feridas no corpo e na alma, e o desfecho é mais que previsível. Chegou-se a falar em mais uma indicação para Jennifer, mas a concorrência está pesada e "Passagem" é um pouco pequeno demais.

10 comentários:

  1. Tony, já assistiu "O Menu"?

    ResponderExcluir
  2. Aguardando seu post sobre a série Smiley...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vi os quatro primeiros episódios. Faltam os quatro últimos.

      Excluir
    2. Achei o texto tão chatinho!

      Excluir
    3. 13:29-CHATINHO É A FAZENDA,JEGUE!

      Excluir
  3. Alguém poderia me explicar o significado da expressão "provocar um bode"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é uma expressão. Bode é uma gíria antiga para implicância, desagrado, incômodo - "tenho bode de tal coisa". O que fez ter bode da JLaw foi a aclamação excessiva que ela recebeu no começo da carreira.

      Excluir
  4. Atriz superestimada e egocêntrica, a ponto de achar que foi a primeira heroína de ação do cinema. "Ah, ela é tão galera..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quero saber quem acha graça nela.
      Só isso.

      Excluir