quarta-feira, 28 de dezembro de 2022

OS FILMES DE 2022

Vi tantos filmes bons este ano que tive uma certa dificuldade em escolher o melhor de todos. Fiquei entre três: o drama político de "Argentina, 1985", a sátira aos ricos de "Triângulo da Tristeza" e a doideira de "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo". Como sempre, a doideira venceu. O épico pop estrelado pela atriz do ano, Michelle Yeoh, é o que melhor traduz o zeitgeist atual (e deveria ter sido chamado no Brasil de "Tudo ao Mesmo Tempo Agora"). 
Também penei muito para chegar à lista dos 10 melhores filmes do ano: 

ATHENA (Netflix)
ARGENTINA, 1985 (Amazon Prime Video)
BARDO (Netflix)
O CHEF 
CONCORRÊNCIA OFICIAL (Star+)
CLOSE 
PETER VON KANT 
A PIOR PESSOA DO MUNDO 
TRIÂNGULO DA TRISTEZA
TUDO EM TODO O LUGAR AO MESMO TEMPO

E me sinto um pouco culpado por estes não estarem nos top 10:

O BECO DO PESADELO (Star+)
O CAVALEIRO VERDE (Amazon Prime Video)
CONTRATEMPOS
ELVIS (HBO Max)
FUMAR FAZ TOSSIR
GAROTO DOS CÉUS
OS IRMÃOS DE LEILA
MÃES PARALELAS (Netflix)
MARTE UM
MEDIDA PROVISÓRIA (Globoplay)
O MILAGRE (Netflix)
MOONAGE DAYDREAM
A MULHER-REI
OS OLHOS DE TAMMY FAYE (Star+)
PINÓQUIO DE GUILLERMO DEL TORO (Netflix)
A TRAGÉDIA DE MACBETH (Apple TV+)

3 comentários:

  1. "Tudo em todo lugar ao mesmo tempo" foi o melhor desse ano, mesmo. Sacanagem se não levar pelo menos um Oscar de melhor roteiro original. Também incluiria "Era Uma Vez um Gênio" nessa lista.

    ResponderExcluir
  2. Tony, você já viu o "RRR"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi na Netflix, há alguns meses. Achei um pouco cansativo (quase três horas de duração, como a maioria dos filmes indianos), mas a cena de dança ao som de "Naatu Naatu" é épica.

      Excluir