segunda-feira, 17 de outubro de 2022

SERGIO NOJO

O ex-juiz Sergio Moro durou um ano e três meses no desgoverno Biroliro. Saiu em abril de 2020, acusando (com razão) o chefe de aparelhar a Polícia Federal e impedir investigações contra seus apaniguados. Depois o conje teve sua parcialidade confirmada pela chamada Vaza-Jato, mas continuou criticando o Bozo quando se candidatou à presidência da República. A candidatura implodiu e Moro saiu para senador pelo Paraná, mas só conseguiu se eleger depois de declarar apoio àquele que tanto malhou (com razão). Ontem ele mostrou ser uma criatura invertebrada, destituída de espinha dorsal, ao acompanhar Edaír ao debate na Band e agir como seu coach. O novo padre Kelmon não só enterrou de vez o pouco que restava de sua reputação, como comprovou ser de uma direita tão extrema quanto seu chefe. Como bem lembrou Andreia Sadi, Sergio Nojo está de olho numa cadeira no STF. O cara é tão burro que ainda acredita que Broxonaro vai cumprir suas promessas.

11 comentários:

  1. E agora como fica a conja que desdisse que Moro e Bolsonaro eram uma coisa só? Acho que ele ainda vai se dar muito mal no Senado (não financeiramente, claro).

    ResponderExcluir
  2. Como conseguimos produzir tanta criatura sem honra, tanta criatura perversa??? Que país esquisito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb fico besta, bicho! Estamos em 2022, como pode?

      Excluir
    2. Verdade, esse país está se transformando num hospício

      Excluir
    3. Estes 2 na foto....vão ser feios assim
      lá na Ponta da Praia-como é que eles
      conseguem arranjar mulher,hein?

      Excluir
  3. Mas até outro dia o próprio Tony só tinha elogios a Moro. Isso ajuda a responder.
    G-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né nossa classe média/alta alimentou antipetismo e pariu fascismo ruim que todos temos que balançar

      Excluir
    2. Se um grosseiro como Moro consegue iludir esse pessoal, imagina um sutil e dissimulado.

      Excluir
    3. O petista o lula não é santo não!

      Excluir
  4. Um ano e três meses e 24 dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com a Barbara Gancia sobre o
      que ela disse sobre a Dona Micheque.
      O Broxonaro tem que apanhar muito-
      no bom sentido,claro.

      Excluir