sexta-feira, 2 de setembro de 2022

UM TIRO NA FUÇA

Cristina Kirchner é mais suja do que pau de galinheiro, mas nem por isto merece morrer com um tiro na fuça. É inconcebível que a segurança tenha falhado a ponto de deixar que um alucinado chegasse tão perto da vice-presidente da Argentina. Também é mais uma prova de que os lobos solitários da extrema-direita são capazes de causar um estrago daqueles. Ontem à noite rolou um momento bizarro no Twitter, com minions brasileiros gritando que o atentado foi armação e exigindo a renúncia (!) de Alberto Fernández. Não foi adiante, até porque logo surgiu a notícia de que o ex-ministro da Destruição do Meio Ambiente, Ricardo Salles, atropelou um motoboy. Apesar da cena toda ter sido gravada em vídeo, hoje Salles mostrou seu carro com o vidro quebrado, alegando ter sio ele a verdadeira vítima. De mentiras deslavadas a crimes hediondos, essa turma parece não ter limites. É por isto que tenho tanto medo da eleição presidencial ir para o segundo turno. Teremos mais três semanas para possíveis tiros em fuças, e até pior.

6 comentários:

  1. Quando meu vizinho também atropelou um motoboy, o vidro do carro dele também quebrou...

    ResponderExcluir
  2. "Cristina Kirchner é mais suja do que pau de galinheiro" Provas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem acredita nesta frase é gente do
      tipo Rodrigo Bostantino e o pastor
      ladrão Silas Malacheia.Rarará!!!!!!

      Excluir
  3. Fernando Andrés Sabag Montiel nasceu no Brasil, mas é filho de pai chileno e mãe argentina e mora no país vizinho desde 1993. Ou seja, na prática ele não é brasileiro. Os jornalistas precisam ser mais precisos nas notícias, pois depois vão dizer que os atos dele tem relação conosco. O que não procede.

    ResponderExcluir
  4. De forma geral, é impressionante que ninguém, verdadeiramente, se dê conta de que só temos uma vocação como nação: eternamente sucupira. Só que aquele humor do Dias Gomes ganhou outras camadas: somos perversos, covardes, tacanhos, hipócritas, violentos e escolhemos a desigualdade como forma de preservar nossa sucupirazinha de merda. Somis fracos de caráter.

    ResponderExcluir
  5. Ela e a família dela acabaram com a economia da Argentina, uma Pais rico e prospero, hoje vive as duras penas, deveria virar moda no mundo inteiro, aqui podiam executar dois candidatos na presidência, alguns ministros e daí por diante.

    ResponderExcluir