sábado, 10 de setembro de 2022

O NARIZ IMBROCHÁVEL

A Disney começou a transformar seu catálogo de clássicos da animação em filmes live action em meados dos anos 90. A releitura de "101 Dálmatas" pelo menos tinha a graça de ter Glenn Close como Cruella De Vil. De lá paa cá, o estúdio foi lançando remakes cada vez menos inspirados, que nada acrescentavam aos desenhos originais. Agora chegou a vez de "Pinóquio", que pulou os cinemas e foi direto para o Disney+. A versão de 1940 é tida por alguns críticos como o melhor longa animado de todos os tempos, mas muitas crianças ainda morrem de medo dos meninos que viram burros e da baleia Monstro. E olha que o livro de Carlo Collodi era muito pior: lá, Pinocchio é esfaqueado e queimado, e ainda mata o Grilo Falante. Mas estamos em 2022, os tempos são woke e todo mundo se ofende com qualquer coisa. O novo roteiro toma cuidado para incluir personagens negros e com deficiência física. Monstro não é mais baleia, que são nossas amigas, e sim um monstro marinho. Para completar, o final se afasta daquele que conhecemos, numa tentativa canhestra de sublinhar que você pode ser o que você é. A sequência inicial, na loja de Gepetto, agora é longuíssima, provavelmente para dar mais coisa para o Tom Hanks fazer - e ainda inventaram que o velhinho perdeu mulher e filho, para justificar sua vontade de criar um garoto de madeira. Dito isso, o visual é espetacular, a computação gráfica é de tirar o fôlego e algumas piadas são realmente boas (a raposa pensa em dar a Pinocchio o nome artístico de "Chris Pine"). A sequência mais legal continua sendo a que já era minha favorita, a da Ilha dos Prazeres, agora com atrações que só fazem sentido para os tempos atuais. Me deu saudade das boates...

7 comentários:

  1. morei em Londres dos 18 aos 21 anos quando voltei achei a noite de sp um lixo as pessoas um saco mas queira o não o Brasil mudou e muito pra pior e pra melhor. Não da pra comprar um terreno ou casa na praia por uma quantidade ridicula de dinheiro (antigamente era 10 mil no quadrado de trancoso) mas com o ganho real de salario minimo e o acumulo primitivo dos bancos os imoveis se tornaram in-compraveis. Agora co o Bozo temos tudo o que tinhamos de pior com tudo o que mudou pra pior, por isso não pretendo ficar aqui.

    ResponderExcluir
  2. Chris Pine? Explica a piada para seus leitores Tony. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pinocchio é um nome inventado. Pino quer dizer pinho, pinheiro em italiano. Pinocchio é um boneco feito de madeira de pinho.

      Pine quer dizer pinho em inglês.

      Excluir
  3. Achei muito mais legal o "Yassified Pinocchio" desse outro filme lançado esobrem 2022.
    https://youtu.be/Z4ArXSwALDU

    ResponderExcluir
  4. Assisti e achei um dos piores filmes do ano. Ficou uma sensação estranha. Ótimos efeitos não salvam um roteiro ruim.

    ResponderExcluir