terça-feira, 20 de setembro de 2022

BELEZA POR INTEIRO

Concursos de beleza sempre têm um componente ridículo, ainda mais se forem rapazes competindo. Alguns eventos fingem que não são só sobre a aparência física, mostrando talentos dos misters e misses ou fazendo perguntas sobre a paz mundial. Mas não é preciso muito para trazer relevância, ativismo e peso político a um certame que tinha tudo para ser uma bobagem. Nosso representante no Manhunt Internatonal, que este ano acontece nas Filipinas, é Hendson Baltazar, dono de um corpo escultural e de um rosto que ficou mais lindo depois que ele raspou a barba. O cara não tem o pé esquerdo, mas e daí? Faz tempo que inventaram as próteses. A busca pela perfeição inexistente é uma falácia que esses concursos precisam abandonar se quiserem sobreviver no século 21. Há muitas maneiras de ser bonito.

4 comentários:

  1. A foto é impressionante em todos os aspectos.

    ResponderExcluir
  2. Tony, você viu que um dos ícones de Stonewall, Fred Sargeant, foi covardemente agredido numa parada LGBT em Vermont?

    ResponderExcluir