quinta-feira, 11 de agosto de 2022

GUEDES EM CHAMAS

Entre as milhares de coisas boas que acontecerão quando o Bozo se for, a transformação de Paulo Guedes em cinzas está entre as melhores. O ex-Posto Ipiranga costumava ser apontado como um quadro técnico, mas não só é tão ideológico como seu chefe como igualmente grosseiro. Além de incompetente, é claro: sob sua guarda, a economia brasileira caiu do 8o. para o 13o. lugar entre as maiores do mundo, a fome voltou e a inflação disparou. Por que alguém achou que esse sujeito, sem a menor experiência na administração pública, seria um bom ministro? Só porque ele enriqueceu? Além do mais, Guedes é um desastre político. Criou desgastes desnecessários para o governo ao reclamar que as empregadas doméstica estavam indo para a Disney e os filhos dos porteiros, fazendo faculdade. Endossou as escrotices do Bozo contra Brigitte Macron, e agora ofendeu novamente os franceses, ao dizer que eles não podiam criticar o Brasil pelas chamas na Amazônia por causa do incêdio da Notre Dame. O pústula se esquece de que a Amazônia está queimando pela ação proposital do troglonegócio apoiado por ele, e que a catedral de Paris ardeu por acidente, que gerou um trauma nacional. Ainda ameaçou a França, dizendo que ela está se tornando irrelevante para o Brasil. Irrelevante será ele, daqui a pouco.

7 comentários:

  1. Ele é desses que acha que a queimação de filme vale a pena se for pra implantar sua agenda de chicago boy. Mas passou o desgoverno todo sem emplacar nada, sendo desmentindo pelo chefe, engolindo sapo e passando vergonha no calçadão do Leblon. Se nos outros 3 anos o bozo não podia se dar ao luxo de perder mais um çuperministro, não vai ser em 2022 que o CV dele vai deixar de ser pau de galinheiro.

    ResponderExcluir
  2. Sei não Tony, as vezes acho que a popularidade do Biroliro tá crescendo novamente...a live dele no Flow foi imensa :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 18:29. Infeluzmente é o que eu tenho visto entre o povão. Aquele discurso barato, estilo Serena Joy, da Micheque teve mais impacto no povão que as classes mais esclarecidas gostariam de admitir. Somos um país de manobrados ignorantes. Mesmo roncando de fome, falou em "Jesus X Diabo", o povo cai na lábia dos farsantes.

      Excluir
  3. Ainda bem que eu nunca abasteci em nenhum posto Ipiranga.

    ResponderExcluir
  4. É tudo tão, mas tão ordinârio e absurdo. Se deixamos tudo chegar a este ponto, será que merecemos um país melhor, civilizado? Parece que não. Parecemos indolentrs e parvos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo começou como um grande processo do fim da corrupcao que os boca aberta abraçaram junto ao herói Moro. Tadinhos, inocentinhos

      Excluir
  5. Eu fico me perguntando o que significa ser “técnico” dado que ele SEMPRE apoiou ditaduras como a chilena se for necessário para colocar o neoliberalismo e ainda era chamado de técnico, talvez o técnico seja disso mesmo moer pelo capital

    ResponderExcluir