sábado, 13 de agosto de 2022

ELA, TÔNIA

Tônia Carrero faria 100 anos este mês. Para marcar a data, o Itaú Cultural montou uma exposição (ou "ocupação", como eles dizem) em sua homenagem. Meu marido e eu, fãs de carteirinha, fomos logo no primeiro dia. Ele a conheceu razoavelmente bem e fez até papel de seu filho num filme. Eu tive um único contato direto, em 1996, em que ela confirmou que sim, é dela o perfil da República que ornava as antigas moedas brasileiras (a Casa da Moeda não diz que sim nem que não). A mostra tem vídeos, fotos, posters, figurinos e prêmios ganhos pela diva, mas não cobre direito sua carreira toda. A ênfase recai sobre os primeiros anos, e há mais destaque para o teatro e o cinema do que para a televisão. Mas também há toda uma seção dedicada ao ativsmo político de Tônia. Quem a associa à imagem de dondoca alienada talvez se surpreenda ao saber que ela peitou a ditadura militar e foi um voz potente contra a censura, no final da década de 60. Claro que a mostra inclui a fabulosa foto em que ela aparece, numa passeata, de mãos dadas com Eva Wilma, Odete Lara, Norma Bengell e sua amiga & ryval Cacilda Becker, todas arrasando em minivestidos estampados (em outras imagens daquele dia também aparecem Eva Todor e Leila Diniz).
Mas Tônia também cultivava a imagem de estrela glamurosa. Meu marido conta que ela desembarcou em Gramado, para participar do festival de cinema, com singelas nove malas. Tiveram que alugar um carro a mais para levar todas para o hotel. Detalhe: só uma estava cheia. As oito vazias viajaram só para garantir as manchetes dos jornais.

9 comentários:

  1. Hoje, ela seria um baita influencer.

    ResponderExcluir
  2. Qual filme que o Herbert fez filho dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Sonhos de Menina-Moça", de 1988, dirigido pela ex-mulher dele, Tereza Trautman.

      Excluir
    2. vocês se dão bem com ela?

      Excluir
  3. Dizem que ela tinha um senso de humor incrível. Sinal de inteligência. Maravilhosa.

    ResponderExcluir
  4. Sou fã!
    Fico imaginando se ela tivesse oportunidade de ter interpretado durante a juventude personagens adultos como Elizabeth Taylor interpretou em Hollywood, afinal quem filmou Carrero saindo da piscina de maiô, estava pensando na mesma coisa de quem filmou Taylor ajeitando a meia-calça. Gatas em teto de zinco quente!

    ResponderExcluir
  5. Eu a vi em A visita da velha senhora. Uma peça que impacta.

    ResponderExcluir
  6. Quando fiz com ela " DOCE PÁSSARO DA JUVENTUDE ", e estava tomando um conhaque vagabundo, ela me repreendeu: " bebida vagabundos faz mal para a saúde. Melhor tomar cachaça, porque sabemos do que é feita!!!.

    ResponderExcluir
  7. Essa era a nossa Tônia Carrero. Direta!!!!kkkk

    ResponderExcluir