sexta-feira, 1 de julho de 2022

NEM TÃO URGENTE ASSIM

As eleições brasileiras, por mais turbulentas que sejam, têm duas constantes. A primeira: não importa quem seja eleito presidente, Gilberto Kassab será ministro. O PSD sempre se dá bem. A segunda: José Luiz Datena irá anunciar sua candidatura, só para desistir em cima da bucha. Este script se repetiu em 2022. O apresentador do "Brasil Urgente" ameaçou sair para presidente, governador, deputado, até se decidir por senador. Flertou com vários partidos enquanto criticava o Biroliro em seu programa, só para cair na chapa do Despreparado em São Paulo. Chegou a se despedir do público na semana passada e parecia ter uma vitória garantida, pois lidera todas as pesquisas. Ontem, sem aviso prévio, Datena reapareceu no "Brasil Urgente" - numa data em que, se fizesse isto, não poderia mais concorrer. Anunciou que, pela enésima vez, não se lançará na política. Isto é ótimo para Márcio França, que agora tem mais chances de desistir do governo do estado e concorrer pela vaga no Senado, com muito mais chances. E ruim para o gado, que ficou sem um nome forte. Tarcísio agora quer convencer a jênia da Carla Zambelli a entrar na disputa. Potencialmente, essa rainha do gado é muito mais perigosa que o Datena. Mas, justamente por seu extremismo, correria o sério risco de chegar a 2023 sem cargo público. Já pensou?

6 comentários:

  1. Tem que ter muito estômago para se enfiar na política.

    ResponderExcluir
  2. tenho conhecidos que fazem o mesmo, desistem por uma boa quantia de dinheiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Datena desistiu por dinheiro? Como você sabe? Não duvido que a Band tenha feito uma contraoferta polpuda, mas ele já é um homem rico.

      Excluir
    2. Todo homem rico sempre deseja ser mais rico ainda.

      Excluir
    3. Nao seja ingênuo Tony, a gente está falando de uma quantia muito boa de dinheiro apenas para ele desistir e continuar com a imagem para a tv. Um conhecido desistiu de uma candidatura e apoio outro candidato por 150 mil, e a cidade em
      Questão nem era cidade é sim um município, imagina para as candidaturas de Datena.

      Excluir
  3. Simples. É melhor para ele ser pedra que vidraça.

    ResponderExcluir