domingo, 31 de julho de 2022

BODY HORROR

Nem precisava aparecer o nome de David Cronenberg nos créditos de "Crimes do Futuro". Apesar do "body horror" estar na moda, nenhum outro cineasta vai tão longe nas imagens de mutilações, cortes profundos e cicatrizes em geral. Seu primeiro longa em oito anos fala de um artista performático que sua cirurgias plásticas para se expressar. Em uma de suas próximas apresentações, ele deve fazer a autópsia ao vivo de um garoto que foi sufocado pela própria mãe, com um travesseiro. Cronenberg cria um mundo delirante em torno dessa premissa, mas bastante coerente até. Porque ele está falando, na verdade, da nossa fascinação pelo escabroso e pelo sofrimento alheio. Filmado na Grécia, "Crimes do Futuro" passou no último Festival de Cannes, mas não levou nada - o júri deve ter achado que estaria repetindo o prêmio de 2021 para "Titane", nitidamente influenciado por Cronenberg. Mas é um filme que deve ser visto, pois levanta uma discussão atual. Só que tem que ter estômago.

4 comentários:

  1. Adoro ver vídeos de assassinatos, torturas, esquartejamento, autópsias, acidentes, gore, em geral.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 13:40 Você devia procurar um emprego na polícia científica.

      Excluir