sexta-feira, 10 de junho de 2022

DEVOLVA O AMOR

Eu me apaixonei pelo Benjamin Biolay assim que o conheci, quando ele lançou seu primeiro álbum em 2002. Carinha de bad boy, músicas maravilhosas, voz envolvente, eu não resisti. Propus casamento e ele aceitou, mesmo sem saber até hoje da minha existência. Desde então, meu marido imaginário casou e descasou na vida real com Chiara Mastroianni e Vanessa Paradis, mas eu o perdoei porque continuou me encantando com seus discos. O próximo, "Saint-Clair", só sai em setembro, mas o single "Rends l'Amour" já está disponível desde ontem. No clipe, percebo que BB está envelhecendo muito bem - ele faz 50 em 2023 - mas também anda ficando cada vez mais parecido com meu marido de verdade. O que põe por terra a minha suposta bigamia: de que adianta um marido imaginário, se ele é quase igual ao verdadeiro? Biolay, faça o que você diz na nova canção e devolva logo o meu amor.

3 comentários: