domingo, 8 de maio de 2022

LALOVERSÁRIO

Hoje faz um ano que eu fui com minha amiga Marta à pet shop Vita & Carmelo, aqui em São Paulo, e saí de lá com um vira-lata de aproximadamente um ano, que havia sido abandonado pelos donos anteriores. No Instagram da loja ele aparecia como Theo, um nome dado pelos funcionários de lá, que eu imediatamente mudei para Lalo. Talvez devesse ter mantido a ideia inicial, que era batizar meu próximo cachorro de Lunga. O que eu trouxe para casa era um delinquente juvenil, com um lado violento que em nada ficava a dever ao personagem do Silvero Pereira em "Bacurau". Não, ele não roeu a casa inteira (de valor, só um par de fones de ouvido), e já chegou sabendo fazer suas necessidades na rua. Mas um cão que passou pelo que ele passou tem gatilhos, que nós fomos descobrindo da pior maneira possível. Quando ele se sente acuado, não hesita em morder seu suposto algoz, seja ele quem for. Mordeu minha amiga Jacqueline, que precisou levar nove pontos num dos pulsos. Mordeu os dedos do pé do meu irmão. Mordeu meu marido duas vezes, assim que o conheceu e, mais tarde, no veterinário. E mordeu a mim, seu salvador, quando eu tentei desentocá-lo para lhe dar um banho. Uma mordida em estéreo, em 3D, com os dois lados da minha mão devidamente furados. Mas não tem nada que o amor não conquiste, não é mesmo? Com carinhos, comida e uma rotina previsível (cachorros adoram rotina), Lalo se revelou um ótimo cachorro. É um team player, que cumpre os comandos na hora e parece sempre entender o que esperamos dele. Sua agressividade também foi virada do avesso. Agora ele pensa que o mundo é feito de amigos e que todo mundo gosta dele, então vive pulando em estranhos na rua pedindo afagos. Tem uma personalidade esfuziante, muito diferente do Pisco e do Nacho, meus anteriores, dois cocker spaniels recatados, dois lordes. O Lalo é um plebeu, mas também é um poço de amor, como qualquer cachorro bem cuidado. E do que é que o mundo anda precisando agora?

12 comentários:

  1. Que lindo ler isso, Tony. Muitas alegrias na vida do Lalo!

    ResponderExcluir
  2. Juro que no meio do texto eu já estava me preparando psicologicamente para toda a justificativa do assassinato e da razão da foto póstuma . Ufa!

    ResponderExcluir
  3. Não sei se o Tony conhece,mas hoje faz 40
    anos que a atriz britânica Victoria Hamilton-
    Barritt nasceu.Ela é bonita,sexy e inteligente
    -ela faz muitos musicais na West End.Um
    dia,vou ser amante dela-ela é casada.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Tony! Por meio do seu post eu conheci o ponto de adoção e, uns dias depois, acabei adotando 2 filhotes de uma mesma ninhada! haha
    Felicidades! <3

    ResponderExcluir
  5. Bela história! Cachorros adotados às vezes são uns animaizinhos marginais, mas podem ser educados e ficar amorosos!

    ResponderExcluir
  6. Sobre o preço dos alimentos e as pessoas roendo osso feito cachorro: deixar uma coisa mais cara é uma maneira de raciona-lá sem falar que estão fazendo racionamento porque isso é coisa da união soviética fizeram isso com o gaz com a energia elétrica e agora com produtos de necessidade básica!

    ResponderExcluir
  7. Tony, tenho 20 anos e sou seu fã. É vdd que seu marido é sócio da Globo? Seu nome é Anthony?

    ResponderExcluir
  8. Tu tá lindão na foto!

    ResponderExcluir
  9. Ele tem um ar muito inteligente, o Lalo.
    Tenho certeza que conseguiria desempenhar com louvor a função assessor de comunicação do teu blog, ficando com a
    responsabilidade de lidar com os grosseirões.

    ResponderExcluir
  10. Amigo, o amor muda tudo e todos. Esses anjos de 4 patas são cheios de amor, mas infelizmente tem certos animais irracionais (Pessoas) que pegam cachorros e judiam, maltratam, abandonam, e aí o bichinho perde o eixo. Fico feliz por vocês terem conseguido trazer ele para a essência original!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 00:56-Cuidado com o termo "judiam"-
      os bozistas usam muito esta palavra.

      Excluir