terça-feira, 3 de maio de 2022

AND THAT'S THE TRUTH, RUTH

Odiei o final de "Ozark". Assisti a todas as quatro temporadas e fui me envolvendo cada vez mais com a série, só para ser tripudiado pelos roteiristas no último episódio. Foi o pior em muitos anos, ainda mais terrível do que os de "True Blood" ou "House of Cards". Com a diferença de que estas séries já vinham declinando há algum tempo quando terminaram. "Ozark" manteve um nível altíssimo até os minutos derradeiros, e aí decepcionou boa parte de seus fãs. Sim, não fui só eu: este episódio final é o pior avaliado no IMdB, e muita gente ventilou sua decepção nas redes sociais. Bom, daqui para a frente vem spoiler. Então, se você não quiser saber de nada, pare de ler por aqui e vá fazer algo mais útil, como discutir online se Ana Maria Braga fez bem em ignorar o voto popular ao mudar o nome do filho de Louro José para Louro Mané. Eu acho que fez.

Os roteiristas trapacearam com o público. Esta temporada final começa com a família Byrde embarcando num carro e comentando felizes da vida que logo voltarão para Chicago. Aí Marty se distrai, vem um caminhão na contra-mão, ele desvia para o acostamento e o carro capota algumas vezes. Corta. Quem morreu? É esta a punição pelos crimes do clã? Aí, no último episódio, vem o jato d'água fria: não só não morreu ninguém como saem todos andando, sem um arranhão, e nem sequer tiram o resto do dia de folga. Sem nem tomar banho, cada uma vi cuidar de sua vida. uma cena como esta só tem uma função: enganar o espectador. Mais especificamente, o espectador que passou a odiar os Byrne cada vez mais, e a torcer pela Ruth, que virou co-protagonista da série. Tudo induzido por estes mesmos roteiristas, é claro. E aí acontece o pior: Ruth morre, baleada pela mãe do narcotraficante que ela matou. Incrível a personagem andar desarmada mesmo sabendo que o cartel mexicano poderia estar em seu encalço. Incrível ela não ter pego a grana que tinha e se mandado para bem longe. A pá de cal é o final em aberto, mas que deixa a entender que os Byrde não irão se livrar tão cedo do enrosco em que se enfiaram. Realista? Sem dúvida. Mas série não é vida real. O desfecho tem que satisfazer, o que passou longe de "Ozark". Que ódio. Nunca mais vejo nada produzido por essa turma.

6 comentários:

  1. Hahaha! Enganaram o bobo na casca do ovo!

    ResponderExcluir
  2. Final brilhante, mas os espectadores estão cada vez mais mimados. Mesmo os espectadores ditos mais "experientes". Queriam final de novela, KKKKKKKKKKKKK.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com você 🌻😘 meu Querido,saiba que temos a mesma sintonia,o que de fato,faltou o Respeito com a personagem da Ruth!💘

    ResponderExcluir
  4. Repito o que disse outro dia sobre Ozark . A premissa é bem legal, mas os caras forçam totalmente a barra e a família se safa das maneiras mais inverossímeis possíveis. Um ponto para a série são os ícones que eles mostram antes de cada episódio mostrando um pouco do que vai acontecer, muito legal. No livro "Meridiano de Sangue" , o autor fazia isso com várias frases antes de cada capítulo.

    ResponderExcluir
  5. Tive a mesma sensação, Tony...Adorava a série, essa quarta temporada estava vertiginosa, pra tudo acabar desse jeito broxante, com a única personagem "likeable" sendo morta...#chateado

    ResponderExcluir
  6. Pois eu amei. A trama do acidente foi terrível mesmo. Mas de resto gostei sim, a morte da Ruth, a cena final com o investigador, e a família se dando bem. Gostava da Ruth, mas depois de tudo que ela fez, não tinha como ela sair ilesa.

    ResponderExcluir