terça-feira, 19 de abril de 2022

O MORCEGO INTERMINÁVEL

Parei de ver filme do Batman quando acabou a trilogia do Christopher Nolan. Acompanho as aventuras do homem-morcego desde a série de TV dos anos 60, que eu adorava. Vi o primeiro filme dele por Tim Burton em Nova York, na semana em que estreou. Cumpri a minha cota. Não me interessei em ver Ben Affleck no papel, e muito menos Robert Pattinson. Mas, graças à HBO Max, o longa estrelado por este último já pode ser visto em casa. Foi o que fizemos ontem. "The Batman" tem muitas coisas interessantes. Para começar, quase que a história inteira se passa à noite, então a tela está sempre escura. Pattinson está péssimo como sempre, mas seus coadjuvantes brilham - especialmente Colin Farrell, irreconhecível como o Pinguim. Há referências óbvias a clássicos como "O Poderoso Chefão" e "O Destino do Poseidon", além de uma boa trilha eletrônica e sequências de cair o queixo. E no entanto... o filme é longo demais. São três horas de duração! Quem que "The Batman" pensa que é? "Drive My Car"? Não entendo porque esses blockbusters de franquia se sentem na obrigação de serem intermináveis. A produção fica ainda mais cara, e  os cinemas não conseguem programar muitas sessões. Fora que não tem assunto para tantas horas... Outra coisa que já deu é esse eterno "lado sombrio" do Batman. "Ainda, mas o cara viu os pais serem assassinados". Sem dúvida, um trauma colossal, mas o que ninguém tem coragem de dizer é que ele sofre de depressão e precisa de ajuda profissional. Por mim, no próximo filme, Batman voltava a ser galhofeiro.

25 comentários:

  1. Concordo Tony que há um exagero de filmes não só do Batman sendo produzidos,mas de super heróis em geral,tanto da Marvel como da DC,até eu que sou fã do gênero,inclusive quebrando um estereótipo de que bichas só podem gostar de coisas sensíveis,de música pop,de filmes românticos,musicais e não podem gostar de super heróis,de futebol,artes marciais,coisas que gosto também,mas fiquei curioso para ver o Colin Farrell como o Pinguim,nos anos 90 quando eu era criança filmes desse gênero eram raros,criava uma expectativa maior no fã,inclusive eu gostei do ´´Batman e Robin´´ dirigido por uma bicha,o Joel Schumacher,apesar desse filme ter sido massacrado pela crítica na época eu não achei ruim,só ficou estranho o George Clooney com mamilos rsss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel,quem gosta de filme de
      super-herói com raras exceções
      é gente como Daniel Silveira.
      ACORDA,MENINA!!!!

      Excluir
    2. Que coisa ridícula reduzir os fãs de heróis a isso, patético!

      Excluir
    3. 15:26-Mas é isso mesmo.Sempre os
      heróis americanos que querem
      "salvar o mundo".Coincidências?

      Excluir
    4. Os heróis americanos sempre
      querem "salvar o mundo"....
      E tem otário que acredita!!!

      Excluir
  2. Inclusive dentro da própria comunidade LGBT as bichas fãs do super heróis sofrem algum preconceito,reclamam que é algo heteronormativo,agressivo,assim como o futebol,mas eu quero fugir dos estereótipos,temos que conquistar esses espaços também e os resultado vem,o filho do Superman é bissexual e os héteros bolsominions se revoltaram,já existem jogadores gays assumidos,o último que assumiu joga na liga australiana,uma liga irrevelante a nível mundial,mas com o tempo veremos craques se assumindo também,eu suspeito que o Cristiano Ronaldo pode ser LGBT,já rolou uma história dele com um lutador de kickboxing marroquino,mas agora ele está casado com uma mulher,o que não o impede de ser bissexual,inclusive ele foi pai de gêmeos ontem,fiquei triste que o menino morreu tadinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel,o Cristiano Ronaldo é
      hétero...mas não é reaça.
      ACORDA,MENINA!!!!

      Excluir
    2. Não existe isso de tal interesse seu ser "heteronormativo". Existe o que você gosta ou não. Classificar certas afinidades como "exclusivas" dos homens heterossexuais foi a maior imbecilidade do acrônimo LGBT (e olha que o páreo é disputado).

      Excluir
  3. Em "O Farol", você até tinha gostado do trabalho do Pattinson; Mudou de ideia? http://www.tonygoes.com.br/2019/10/mostra-quatre-part-deux.html

    ResponderExcluir
  4. Eu já passei do meu ponto de tolerância com super herói há muito tempo. Basta!

    ResponderExcluir
  5. eu nem consegui terminar a trilogia do nolan

    ResponderExcluir
  6. Será que algum dia vão (re)lançar um Batman, onde ele é o Suggar Daddy do Robin?
    Eu acho muito interessante aqueles quadrinhos antigos que mostram os dois dividindo a cama e outras situações de duplo sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Batman gosta da Mulher-Gato-
      você confundiu com o Capitão Gay
      do Jô Soares.kkkkkkkk

      Excluir
    2. 18:36 Não, estou falando do Batman original.
      As primeiras acusações sobre a gayzice dele começaram a muito tempo quando um psicólogo conservador, que odiava comics, começou a falar que ao ler Batman as crinaças iram virar gays por N motivos. Você pode ler mais sobre aqui:
      https://ultimatepopculture.fandom.com/wiki/Homosexuality_in_the_Batman_franchise

      Excluir
    3. 19:23-Batman gosta da Mulher-Gato.
      E deixe este psicólogo tio do pavê
      catar seu coquinho-ele deve ter
      levado um fora de um homem.kkkkkk

      Excluir
    4. "Psicólogo conservador" Fredric Wertham era um psiquiatra que se dedicava a crítica e análise da “cultura de massas” e implicava especialmente com os quadrinhos. Era um esquerdista (ou “liberal“, como dizem nos EUA), amigo de Theodor Adorno, o marxista idealizador da crítica da “indústria cultural”.

      Preocupado com a delinquência juvenil e diversos problemas sociais, Wertham elaborou sua própria versão da crítica cultural, com elementos de psiquiatria. Sua experiência em uma clínica de atendimento psiquiátrico gratuito, que ele criou para ajudar pessoas carentes, o fez concluir que os criminosos juvenis eram levados a violência e a imoralidade por serem leitores de gibis. Seu objetivo era livrar as crianças e jovens da perniciosa influência das revistas de crime e horror, diminuindo assim a delinquência.

      Muito já foi dito sobre Wertham e seu livro Sedução do Inocente, mas nunca se corrigiu um erro grave: o verdadeiro posicionamento dele era a esquerda. Ao contrário do que se pensa hoje, ele jamais foi um conservador. Alguns religiosos o seguiram em sua cruzada contra os quadrinhos, mas ele mesmo nunca teve essa posição.

      Excluir
  7. Por que o Batman precisa ser galhofa? Já não basta todos os filmes da Marvel serem cheios de humor, heróis bobões e piadas idiotas a cada um minuto agora o Batman também? Batman precisa ser sombrio está na essência e criação do personagem.

    ResponderExcluir
  8. "Ele sofre de depressão e precisa de ajuda profissional", tradução ele vai ter que tomar um monte de remédios para deixar ele igual a um zumbi, não melhor ficar depressivo mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Para mim deveriam ter escolhido o Nicholas Hoult para ser o Batman, ele tem 1,89 quase a mesma altura do Batman/Bruce Wayne dos quadrinhos que é 1,88, cabelo preto e olhos azuis e tem um porte mais atlético, Zoë Kravitz também não é tão bonita e sensual quanto a Mulher-Gato deveria ser, as minhas escolhas era a Ana de Armas ou Eiza González. Robert Pattinson é muito magro e tem cara de drogado para se o Batman.

    ResponderExcluir
  10. "Não me interessei em ver Ben Affleck no papel" mas um que entrou na onda de odiar e implicar com o Zack Snyder por nada, deve ser influência do babaca hater do Zack Snyder Roberto Sadovski, puxa-saco da Disney/Marvel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hã? O que é que o Zack Snyder tem a ver com isto? Eu acho o Ben Affleck canastrão há mais de duas décadas.

      E lave sua boca com sabão antes de falar mal do gênio que é Roberto Sadovski.

      Excluir
    2. Ben Affleck canastrão? Então você está desatualizado, ele nos últimos anos dirigiu e roteirizou ótimos filmes como Atração Perigosa, O Contador, Argo (onde até ganhou o Oscar). E Roberto Sadovski gênio? Só se for em falar e escrever merda e puxar o saco da Disney e a Marvel.

      Excluir
    3. Canastrão = mau ator. Não tem nada a ver com roteiro ou direção.

      Vai aprender português primeiro antes de vir discutir comigo.

      Excluir
    4. Esses viados atuais estão muito babacas e arrogantes, depois não reclamem quando as pessoas virarem homofóbicos.

      Excluir