segunda-feira, 18 de abril de 2022

O BORRÃO FANTÁSTICO E ONDE HABITA

Não fosse pela presença da Maria Fernanda Cândido, eu teria ignorado "Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore". Os dois primeiros filmes da franquia se transformaram num borrão na minha memória. Não me importo com esses personagens, não dou a mínima por Hogwarts, me deixa! Mas nossa conterrânea está dando os primeiros passos numa carreira internacional, ainda que tardiamente, e eu quis conferir. Já tinha lido que a participação dela é mínima e que sua personagem, a bruxa brasileira Vicência Santos, tem poucas falas. Pelo menos ela aparece em cena: o outro concorrente a líder dos magos, o chinês Liu, só é visto de longe. E aparece bem, com segurança e desenvoltura, falando um inglês impecável (aliás, se as falas são todas em inglês, porque precisaram de uma atriz brasileira? para ninguém reclamar de apropriação cultural?). De resto, esse terceiro "Animais Fantásticos" não vai além dos anteriores. É lindo, tem efeitos incríveis e um fiapo de história, alongado até não poder mais. Daqui a pouco se junta ao borrão na minha cabeça.

5 comentários:

  1. Atualmente muita gente considera um tipo de blackface escalar atores de nacionalidades diferentes da nacionalidade do personagem. A ultima polemica foi Javier Bardem interpretar um cubano, sendo ele espanhol, em Being the Ricardos. É o tipo de polemica que o Twitter adora e os estudios tem tentando evitar, em casos que não valem a pena, como papeis secundários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é blackface chonga nenhuma.É
      porque a atriz da foto acima é bonita,
      chique e inteligente,ora,bolas!

      Excluir
  2. JK Rowling, o terror dos machos fetichistas de peruca e calcinha kkkkk <3

    ResponderExcluir
  3. JK Rowling e a franquia cancelada dos retcons

    ResponderExcluir
  4. Acho que a teoria do Sadovski está certa. Estão usando essa trilogía para poder justificar um afastamento da autora.

    ResponderExcluir