terça-feira, 5 de abril de 2022

NÃO OLHE PARA FORA

Quando eu vi o trailer de "A Bolha", achei que seria um filme na pegada de "Não Olhe para Cima". Uma comédia cínica, farsesca, com um elenco recheado de famosos. A boa impressão se manteve ao longo de quase toda a primeira hora do longa de Judd Apatow. No final de 2020, uma equipe de atores e técnicos se isola num hotel de luxo no interior da Inglaterra, para filmar o épico "Bestas do Abismo 6". Ninguém pode entrar ou sair, porque a pandemia grassa lá fora e a vacina ainda não existe. Claro que todo mundo enlouquece com o isolamento forçado, em diferentes graus. O elenco mimado inclui um casal que vive às turras, um canastrão que ganhou um Oscar e uma influenciadora que só sabe fazer dancinhas no TikTok. Vários desses personagens são interessantes, com subtramas promissoras. Só que elas vão sendo esquecidas ao longo do roteiro, que se torna episódico, com mini-crises que começam de repente e logo terminam, sem acrescentar nada à história. "A Bolha" podia perder uns bons 30 minutos de suas longas duas horas. E o desafio segue de pé: será que já é possível fazer rir com a pandemia?

Um comentário:

  1. Judd Apatow acertou em uma piada aqui, uma piada ali e quando você junta tudo fica uma coisa sem graça. Cortar meia hora seria ótimo, pois do jeito que está ficou um caos. E também não sei se é possível fazer rir com a pandemia...faz lembrar do Bozo...

    ResponderExcluir