terça-feira, 5 de abril de 2022

ENTRANDO NUMA GELADA MAIOR AINDA

Preciso comer coisas geladas por X dias. Como meu pai morreu já faz quase 17 anos, tive que presentear a mim mesmo. O irônico é que eu detesto caviar, mas encomendei cinco latas de Beluga só para irritar os problematizadores. A polêmica em torno do Baccio di Latte, que consumiu o Twitter nesta terça, é uma das coisas mais ridículas que eu já vi na minha vida. O Baccio nem é o melhor e muito menos o mais caro sorvete do Brasil (para quem estiver curioso, eu recomendo o Discreto, do meu amigo Rodrigo Rosner). Esse povo que reclamou da moça que postou os cinco potes nem sabe o que é ostentação para valer. Mas tenho pouco a acrescentar ao artigo que minha amiga Mariliz Pereira Jorge assinou na Folha. Só que a inveja e o ressentimento são duas das forças que movem mundo. Ah, sim, e que a verdadeira riqueza é ter amigos.

22 comentários:

  1. How much Mr. Bad Goes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A emabalagem de 1 kg custa 109 reais. A de 120g, 22 reais. É possível montar um trio de embalagens por 180 reais. Sim, são caros, mas o sorvete vale a pena. Não é para tomar a toda hora, mas nas comemorações. Feito champagne. Ah, e os preços estão congelados desde a inauguração, no final de 2020.

      Excluir
  2. Hoje eu sei que a verdadeira riqueza é ter saúde e comida na mesa!

    ResponderExcluir
  3. Alguém podia cancelar o Twitter, né?

    ResponderExcluir
  4. Problemizam uma foto de sorvete. Ai problemizam ter problemizado a foto de sorvete. Depois problemizam aqueles que problemizaram a problemização da foto do sorvete...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois problematizam os que falam problemizam.

      Excluir
    2. As pessoas precisam de mais boquete e menos sorvete.

      Excluir
    3. Por que não os dois juntos? Um não exclui o outro. Podem até se misturar.

      Excluir
  5. Se fosse o bananinha quem tivesse postado a foto taria todo mundo, inclusive a MPJ falando que era um absurdo e que isso era ostentação e resultado bda exploração de negros e pobres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até parece que o Bananinha sabe diferenciar um sorvete de qualidade do açaí da Wal. Fora que o Edaír nunca faz a linha pai fofo, desses que mandam mimos para os filhos dodóis. Só se a conta fosse pendurada no cartão de crédito da Presidência.

      Excluir
    2. Com os filhos dele,o Mijair é um pai
      fofo.O Bananinha não come comida de
      pobre-prefere coisa importada,como
      nossa burguesia faz muito por aqui.

      Excluir
  6. É sério que vc tem que comer alimentos gelados e o caviar ou está só zoando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou só zoando. Geralmente eu tiraria sarro de quem não percebeu a ironia, mas como estou em tratamento de saúde, eu agradeço o seu interesse.

      A quimioterpaia deprime o sistema imunológico. Po irsto, não posso comer carnes ou peixes crus (steak tartare, carapaccio, sushi, sashimi...). Fruta e verduras têm se que ser muito bem lavadas. Frituras devem ser evitadas, por causa do fígado.

      E o mais difícil de tudo: NÃO POSSO BEBER ÁLCOOL! Tomei uma ou outra tacinha de champagne em ocasiõs especiais desde julho do ano passado. Quer voltar logo a enfiar o pé na jaca!

      Excluir
    2. Mas se segura aí Tony!
      G-

      Excluir
  7. A marca se chama “Bacio di Latte” e não baccio.

    ResponderExcluir
  8. “bacio” e não “baccio”. Curioso como todo mundo erra a grafia dessa marca. Tem 4 aqui em Moema e acho um dos melhores que existem aqui no Brasil. Só n supera os de Roma e Veneza. Vou dar uma olhada nessa sua indicação do seu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando voltar a Roma e Veneza se certifique de que lá não estejam sabendo da miséria que graça nas ruas daqui para não ficar tão feio.
      G-

      Excluir
    2. O pior é que eu sempre soubre que era bacio - fui criado à base de bombins Baci da Perugina (hoje são da Nestlé...)

      Acabei indo na onda do Twitter. Sou maria-vai -com-as-outras.

      Por outro lado, comecei a fazer Wordle em italiano!

      Excluir
    3. Até parece que na Itália todos os
      pobres comem panetone e bombons o
      tempo todo.A pobreza lá é grande.

      Excluir
    4. Aham...tem uma Paraisópolis em cada esquina na Itália...

      Excluir