terça-feira, 29 de março de 2022

O CASAL QUE INVENTOU A TV

Tenho um livro chamado "Classic Sitcoms" que traz as histórias e as curiosidades das primeiras séries cômicas da TV americana. No capítulo sobre "I Love Lucy", só a sinopse de duas linhas de alguns episódios já me faz rir. Ver Lucille Ball em ação, então, é irresistível. O estilo dela é palhacesco, primordial, muito físico e pouco verbal. Mesmo que eu conheça a cena de cor e salteado, o riso é irrefreável. Meu interesse pela primeira grande estrela da história da televisão só aumentou com o filme "Apresentando os Ricardos", lançado em dezembro passado. Agora a mesma Amazon Prime Video traz o documentário "Lucy e Desi", dirigido pela comediante Amy Poehler. Baseado em dezenas de fitas cassetes que Lucy gravou contando sua vida, o filme é um ótimo retrato da complexa relação dela com o marido Desi Arnaz. Os dois lutaram muito para trabalharem juntos em "I Love Lucy"; o programa fez muito sucesso e acabou por separá-los. Mas não totalmente... "Lucy and Desi" também dá a Arnaz sua devida importância: ele não só inventou a gravação com plateia, o chamado formato multicâmera, como a própria profissão de showrunner, à frente da produtora Desilu. Na verdade, o casal é responsável por muito da TV que vemos até hoje, atrás e na frente das câmeras. Quem se interessa pela história da televisão não pode perder "Lucy e Desi".

2 comentários:

  1. Deve ser bem mais emocionante que o chatíssimo filme de Aaron Sorkin.

    ResponderExcluir
  2. Complemento maravilhoso para o excelente filme, que deveria ter dado o segundo Oscar a Nicole Kidman.

    ResponderExcluir