sábado, 19 de março de 2022

GLENNVERSÁRIO

Hoje é o aniversário da Glenn Close. Minha atriz favorita faz 75 anos, e muita gente está aproveitando a data para lembrar que ela foi indicada oito vezes ao Oscar e não ganhou em nenhuma. Mas o maior prêmio para um ator é uma carreira longa e bem-sucedida, e isto a Glenn já tem faz tempo. O próximo papel em que a veremos é o de uma espiã britânica que vive no Irã, na segunda temporada de "Tehran". Uma das minhas séries favoritas de 2020 retorna em 6 de maio, e eu já estou contando os segundos que faltam. E pro Oscar da Glenn, falta quanto?

10 comentários:

  1. is iranianos gostam dos americanos mas ODEIAM os britanicos a quem eles culpam por muitos dos seus problemas e com razão. Quando esses imperialistas de merda deixaram o belo país em paz? Com certeza precisamos de uma guarda iraniana aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 15:42-Guarda iraniana pra matar gay
      e bater em mulher,Carluxo Arthur do
      Val????Agora,vai ouvir Adele,tia!!!!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Na vida real tipo viajando pelo mundo Só vejo mulher iraniana linda com diploma universitário independente e culta, acho que vc confundiu o Irã com o Brasil ou Arábia Saudita

      Excluir
    3. Tipo na vida real não tv ou internet kkk

      Excluir
    4. Vc não percebeu que a última moda é internar mulher em hospício aqui no Brasil se ela faz alguma coisa que irrita o patriarcado? Não é só a mulher do personal ou do dono da universal music. Aconteceu comigo depois de sofrer assédio moral no trabalho fui reclamar e fui chamada de louca! Internada em hospício por:
      Dar preferência a ser independente e ter investido na carreira
      Não ter medo da minha sexualidade na época tendo um caso com um cara do trabalho
      Ter feito faculdade
      Mais uma vez querer ser independente
      Agora internam mulheres no hospício no Brasil como na França do século 19 o ódio as mulheres nunca esteve tão alto, os números de feminicídios estão explodindo. Os iranianos estão entre os povos com maior índice de curso superior, a família iraniana prepara a mulher para estudar e ter uma carreira, uma iraniana difícilmente casa virgem. Claro que na superfície parece um país super opressor em relação as mulheres mas se elas tem que usar lenço na cabeça amigo nem te conto o que acontece se amanhã eu fizer topless em Copacabana. Não fale do que vc não conhece isso é racismo no Brasil a mulher e o gay não tem menos liberdade que no Tehran onde querido tenho certeza tem uma festa gay rolada a muita droga e álcool rolando nesse exato momento.

      Excluir
    5. 21:14-SURTOU,MINHA FILHA???????????
      Irã e Arábia Saudita é tudo a mesma
      bosta pra quem é mulher ou gay.
      Textão de Facebook chato pra caralho.

      Excluir
    6. Defender Irã aqui é simplesmente o
      apocalipse,o fim do mundo-duvido
      que seja uma mulher que escreveu
      isso acima-é algum arrombado pra
      tirar onda.

      Excluir
    7. Odeio gente que fala do que não conhece ou entende

      Excluir
  2. Ela é minha atriz favorita, tb. E por mais que eu goste de Olivia Colman, o Oscar daquele ano era da Glen.

    ResponderExcluir
  3. E pensar que foi meio profético a Glenn entregando o Oscar honorário à Deborah Kerr, em 1994. Com o cancelamento da adaptação da versão musical de "Crepúsculo dos Deuses", acho que ela só ganha o Oscar como coadjuvante com papel minúsculo, tipo Judi Dench em "Shakespeare Apaixonado" ou Beatrice Straight em "Rede de Intrigas".

    ResponderExcluir