sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

OLHOS GULOSOS

A gente tem a sensação de que os restaurantes existem desde o Império Romano, mas o que havia antes do século 18 eram estalagens onde se comia o que houvesse na panela e se bebia com uma puta no colo. Foi pouco antes da Revolução Francesa que surgiram em Paris lugares mais limpinhos e organizados, com cardápios escritos e mesas separadas. Um deles servia uma certa sopa restauradora (potage restaurant), que acabou dando nome a esse novo tipo de estabelecimento. Não dá para dizer qual desses lugares foi o primeiríssimo, mas o filme francês "Delicioso" conta a história de um pioneiro imaginário. Tão inovador que foi lá que se criou o pão fatiado, as batatas fritas, o prato de queijos e os doces como o arremate de uma refeição (antes não havia o conceito de sobremesa). Esse proto-restaurante é criado por um chef talentoso, que perde seu emprego no castelo de um duque depois de criar  um salgadinho que não agradou a um convidado importante. Fui assistir esperando me extasiar com cenas de food porn explícito, mas esse festim para os olhos ocorre poucas vezes. O que há é uma trama folhetinesca de vingança e redenção, às vésperas da queda da Bastilha. Até gostei, mas não saí com fome.

5 comentários:

  1. Existiam restaurantes em Roma e Grécia antiga sim. Tem um filme muito bom com Gerrard Depardieu que ele faz um cozinheiro que se mata depois de um prato ué não deu certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme do Deaprdieu se chama "Vatel" e se passa em meados do século 18. Ele é o chef da cozinha de um nobre francês, não um dono de restaurante.

      O que havia na Grécia e em Roma eram estalagens e tabernas. Não tinham menu, couvert, essa frescuras todas.

      Excluir
  2. Precisamos de uma nova revolução francesa o mundo vai muito mal! Quero ver quem vai ser o primeiro inteligente que perceberá o que realmente acontece é explodirá todas as agências do Itaú Bradesco não se pode enganar as pessoas pra sempre

    ResponderExcluir
  3. O Mio Babbino Caro
    Nenhuma relação com "A Festa de Babette" ou a "Comilança" então.

    ResponderExcluir
  4. Aqui nestas terras transrenânias, o layout estalagem ainda segue muito em voga nos Biergärten e até em restaurantes normais no verão, por exemplo, quando aproveitam para botar mesas sobre as calçadas também. Supernormal me sentar com 10 desconhecidos na mesma mesa. Se for na Oktoberfest, viram 10 BFF em menos de 1h.

    ResponderExcluir