quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

PANTERAS QUARENTONAS

"As Agentes 355" faz uma baita força para ter representatividade. As cinco protagonistas deste filme de ação são de etnias e nacionalidades distintas: a americana Jessica Chastain, a alemã Diane Kruger, a queniana Lupita Nyong'o, a chinesa Bingbing Fan e a espanhola Penélope Cruz. Do grupo, só Lupita ainda não tem 40 anos, que completará no ano que vem. É muito louvável ver mulheres mais velhas distribuindo porrada, apesar da ligeira forçação de barra. Mas os títulos do gênero já desafiam a credibilidade com perseguições impossíveis e arquivilões que querem dominar o mundo. "355" não faz diferente. As heroínas são espiãs de países diferentes, em busca de uma temível arma secreta: um dispositivo capaz de penetrar e dominar qualquer aparelho eletrônico. A princípio rivais, elas acabam juntando forças em nome da sororidade e pelo bem da humanidade. O melhor papel coube a Penélope Cruz, que faz uma psicóloga colombiana sem treinamento formal, trazendo um certo alívio cômico. Depois de um começo promissor, "As Agentes 355" cai no rame-rame habitual, com explosões e pancadaria. Mas a beleza dessas quarentonas e o glamour das locações são de encher os olhos.

4 comentários:

  1. Todas deusas Penelope linda mas minha atriz favorita espanhola no momento é Adriana Ugarte, faz cenas de sexo como ninguem sdds Espanha pra onde pretendo me mudar esse ano.

    ResponderExcluir
  2. Apesar da origem queniana, a Lupita é mexicana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela de fato nasceu na Cidade do México, de pais diplomatas. Não sei se tem a cidadania mexicana.

      Excluir
  3. Estão regravando várias séries antigas.
    Isso significa a falência de novas idéias.
    Isso já era previsível com tanta lacração e o chato do politicamente correto enfiado goela abaixo nas artes.

    ResponderExcluir