domingo, 9 de janeiro de 2022

BOFETADA COM LUVA DE PELICA

Edaír Biroliro deve estar tremendo debaixo da cama. Desabituado a sofrer consequências pelo que diz e faz desde que o Exército não o puniu com severidade pelo plano de explodir o reservatório de Guandu, o Despreparado levou um jab certeiro em seu rosto macilento. Desferido por um cara que o apoiou, e que ele mesmo indicou para a presidência da Anvisa: Antonio Barra Torres. A carta do médico e contra-almirante é um passa-moleque como há muito não se via nesse país de invertebrados e bajuladores. É claro que o Bozo não vai se retratar. No máximo, dirá que foi mal interpretado e que suas palavras foram ditas "no calor do momento", como nos atos golpistas de 7 de setembro. Mas o Sakamoto tem razão: o Gabinete do Ódio já deve estar tramando uma mentira monumental, para atiçar ainda mais a minionzada contra Barra Torres e sua família. Enfim, não há de ser nada. Uma bofetada ainda maior virá em outubro.

10 comentários:

  1. Eu só gostaria, do fundo do meu coração (mas sem muita esperança) que estes que o apoiaram e que neste momento têm mostrado uma postura de decência (são estes, poucos a meu ver) e ocupam cargos de comando e relevância nas nossas instituições que reflitam sobre o que fizeram, que vejam que depositar confiança num projeto de ditador para colocar ordem no país flertando com o autoritarismo e golpismo é um passo perigoso no escuro e que nada de bom pode vir de uma alma que sempre se mostrou ruim. E reconheçam que se com a democracia é ruim,sem ela é muito pior. Mas, como disse, tenho poucas esperanças.

    ResponderExcluir
  2. Faz-me rir. Só agora que mamaram o que puderam e vampirizaram as instituições e deixaram só o bagaço do povo brasileiro? Só em 2022, quando está óbvio que a nação afunda? O oportunismo desses militares é nauseante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, os militares destruíram a Suíça deixada pelos anos de governo do PT. Naquela época os pobres andavam de avião, as empreiteiras prosperaram e o BNDES emprestava dinheiro a preço de banana para os"campeões ". Não tinha mamata, a Friboi se fez sozinha! Militares malditos!

      Excluir
    2. Anônima 9 de janeiro de 2022 19:56 - E o PT? E o Lula?

      Comparado com agora o Brasil era uma Suíça.

      Excluir
  3. Presidente da Anvisa com muita classe, falando um português correto, sem erros de concordância (que se tornaram tão comuns, credo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo como médico e Vice-Almirante, posições sociais reconhecidas como importantes, ele costumava se deslocar de Brasília até o Rio de ônibus para economizar. Que a sua postura e essa resposta ao presidente nos sirva de exemplo. Militar, evangélico econservador. Tem gente boa e ruim em todo lugar.

      Excluir
  4. Chocado com as Marias coturnos do blog.

    ResponderExcluir
  5. O Mio Babbino Caro
    Jair Bolsonaro estaria "tremendo debaixo da cama", após receber essa carta, se tivesse um mínimo de caráter, vergonha, hombridade e razão.
    Porém, ele vai continuar com a mesma desfaçatez por aí e cometendo os mesmos crimes que vem cometendo, certo da impunidade e zombando da cara de todos nós.

    (Esse comentário é dedicado ao João que tão bem interpreta o Brasil em seus comentários)

    ResponderExcluir
  6. Gustavo Silva:

    A turma que tá comemorando a carta é muito emocionada. Barra Torres não fez mais que a obrigação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quisera o Queiroga tivesse essa atitude.

      Excluir