sábado, 22 de janeiro de 2022

BEM FEITO, ELIZÂNGELA

Elizângela faz parte da minha memória afetiva. Sou antigo o bastante para lembrar dela ainda adolescente, como a jovem assistente do Capitão Furacão. Depois ela me acompanhou ao longo de inúmeras novelas, e eu ainda a conheci rapidamente nos bastidores do Video Show. É uma graça de pessoa e uma ótima atriz. Mas também é antivaxx, e eu fiquei feliz em saber que ela foi internada em estado grave, com sequelas de Covid, depois de não só não ter tomado uma única dose, como também ter feito campanha contra as vacinas nas redes sociais. Não, não desejo mal a Elizângela, e fico ainda mais feliz em saber que ela está se recuperando bem. Minha satisfação é de outra natureza. Para começar, torço para que este episódio sirva para ela mudar de ideia e pedir desculpas pelas besteiras que andou dizendo. Elizângela escapou, mas vai que alguém que acreditou em seus palpites estúpidos não tenha tido a mesma sorte? Mas também sei que muito antivaxx prefere morrer a dar o braço a torcer. Então, que esta internação sirva para abrir os olhos das outras pessoas. Tão vendo, gente? Que não se vacina corre o risco sério de ser internado como a Elizângela, e até de morrer. Mesmo se pegar a variante ômicron, que de branda não tem nada - é a vacina que está a tornando mais fraca. Então fique boa logo, Elizângela, e volte a brilhar. Seu brilho será ainda mais forte se você esquecer o negacionismo, trocar de time e acreditar na mesma ciência que acabou de te salvar.

22 comentários:

  1. Leda Nagle quase morreu, mas saiu do hospital dando vivas ao tratamento precoce.

    ResponderExcluir
  2. Que ela valorize sensatez.

    ResponderExcluir
  3. Os atores deveriam ser inteligentes, principalmente os mais talentosos, mas fiquei decepcionado com vários que conheci, o geane é uma porta, fico pensando que a Marília Gabriela deveria ter uma paciência de mãe...,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho ser ator uma profissão tão fantástica! Sinceramente é uma pena que além da rede bobo os atores não tenham espaço pra brilhar os produtos nacionais da Netflix são pífios veja a Espanha quanto produto cultural produz, a Argentina. Sinceramente um país do tamanho do Brasil deveríamos ter uma indústria tipo a Índia mas somos quintal dos americanos e temos a elite do atraso.

      Excluir
    2. Estamos bem melhor que México por exemplo...fiquei chocado com a TV aberta lá. Só passa filme americano e novela mexicana mal filmada. Fora a branquitude generalizada num país onde 80% são marrons.

      Excluir
    3. Aqui,o SBT passa novelas mexicanas e o que menos
      tem são brancos.E a Globo não fez nenhum especial
      sobre a Elza Soares-quem mandou ela ser preta e
      não cantar sertanejo,né?

      Excluir
    4. Teve uma matéria imensa no Fantástico sobre a Elza.

      Excluir
    5. Mas programa especial,ó....teve a Marilia
      Mendonça.Os sertanojos viraram os pequenos
      ditadores da música nacional.

      Excluir
  4. Eu desejo que todo antivaxxer passe por isso. Vingança divina. Que ela melhore.

    ResponderExcluir
  5. Um crush médico me contou que, no ano passado, tratou de um antivax que, depois de vários dias internado, inclusive com UTI, saiu dizendo que não queria ouvir piadas sobre o que tinha acontecido com ele, nem comentários a respeito. Essa gente é soberba, arrogante. Poucos reconhecem seu erro de julgamento.

    ResponderExcluir
  6. Acho que é um raciocínio abstrato demais para essa turma negacionista relacionr a doença adquirida e suas sequelas com a não vacinação.... Não conheço nenhum AntiVaxx que veio à público depois de quase morrer de COVID reconhecer o seu erro e falar da importância de se vacinar;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não falei? Olha o q saiu hoje na FSP: Danielle Thornton, 33 anos, em Missouri-USA, teve COVID o ano passado (antes das vacinas), mãe de 4 filhos, preferiu pedir demisão após trabalhar para o Citigroup durante 9 nanos a ter q se vacianr;

      Excluir
  7. O bom exemplo dado por um antivaxx só se consuma quando ele morre e não quando ele se recupera. Existe a possibilidade dele atribuir a melhora a algum milagre divino ou a alguma cloroquina da vida. Espero que a sujeita morra e pare de nos dar despesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E pague pelos tantos que ela infectou nesse periodo e que até possam ter morrido.

      Excluir
  8. imagina ser tão babaca a ponto de comemorar por alguém ter ficado doente de covid
    vai se tratar seu doente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém está comemorando. O fato de um negacionista pagar o preço pelas suas escolhas não é felicidade para ninguém. Existe um prêmio chamado Darwin Awards, que de zoeira comemora o desaparecimento de certas pessoas da face da terra pelo fato de que melhoram a humanidade. Bolsonaro,Maluf,Lula,Serra,Aécio, Gedel, Damares e essa Elizângela, deixariam nossas vidas um pouco mais suportáveis se desaparecessem.

      Excluir
  9. Que decadência,uma pena deixar de ser assistente do Capitão Furacão para ser assistente do Capitão Corona.

    ResponderExcluir
  10. Fico pensando... Ela tem um netinho. Será que convenceu a filha a não vaciná-lo? Será, agora que a vacinação infantil contra covid é uma realidade, vai continuar sendo antivax e não vai querer que o neto se vacine? Tem como piorar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela apertou 17 em 18 e vai apertar 22
      em 22-sem trocadilhos!

      Excluir
  11. Resumindo A ciência não sabe tudo sobre a doença e nós população ( atores inclusive) não sabemos nada!

    ResponderExcluir