quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

NASCE UM ÍCONE

2022 já começou com La Niña Blanca passando o rodo. No domingo se foi a querida Françoise Forton. Hoje foi a vez de Andre Leon Talley, lendário editor de moda da Vogue americana, ainda mais por ser gordo, gay e preto. Mas a notícia mais chocante de todas foi a morte do Gaspard Ulliel. O galã francês tinha só 37 anos, e um filhinho de seis. Já era um astro em seu país e estava prestes a deslanchar uma carreira internacional: ganhou um papel em "O Cavaleiro da Lua", série da Marvel que estreia em março. Justo na semana passada eu vi um filme com ele, "Sibyl", diponível no Telecine Play. Ganhou um César de revelação masculina por "Eterno Amor", de Jean-Pierre Jeuent, e outro de melhor ator por "É Apenas o Fim do Mundo", do Xavier Dolan, e ainda foi indicado ao prêmio dois anos antes por seu papel mais marcante, em "Saint-Laurent", de Bertrand Bonnello. O filme é a melhor das duas cinebiografias do estilista lançadas em 2014, e de quebra ainda tem o Gaspard num glorioso nu frontal. O ator sofreu um acidente de esqui ontem em Grenoble, nos Alpes franceses: colidiu com outro esquiador e feriu o crânio. Não resistiu. Essa é umas razões pelas quais eu não esquio, não patino, não ando de bicicleta... O triste é que Gaspard Ulliel se vai antes de formar uma cinematografia sólida, para a qual ele tinha todo o potencial. Morreu antes de se tornar um ícone. Agora talvez vire.

37 comentários:

  1. O flash anunciando a morte dele saiu no app do Le Monde aqui agora de tarde (que é o equivalente francês daquela vinheta medonha do Plantāo da Globo que automaticamente diz "Grande merda aconteceu"). Todo mundo chocado.

    Mas sendo o chato que tenta procurar uma justificativa: o acidente foi no encontro de duas pistas azuis (ou seja, nível facílimo e nada de pedra em trajeto fora-de-pista como o do Schumacher) e... o Ulliel estava sem capacete. :/

    Aqui na França existe uma cultura esportiva de "eu sou nivel profissional e regras não se aplicam à mim" que beira à irresponsabilidade com relação ao ski. Muitas vezes tem mais gente esquiando fora de pista do que dentro dela. Um dos "incontournables" da estação é La Folie Douce, um bar-discoteca no meio da montanha onde você chega esquiando, toma 60463 litros de vin chaud e/ou gin tônica, pega os esquis e volta para a estação base. Capacete, somente para crianças e turistas, por que estragar o look?

    Terminando a digressão, esquiar deve ser umas das coisas mais lindas que existem. Em alguns momentos você se encontra sozinho, em uma altitude insana, aquela paisagem totalmente branca, a neve abafando todo som, o sol brilhando e você somente escutando a sua respiração. Paraíso.

    Que esse gato descanse em paz.

    Beijos,
    Fer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como "o COVID não se aplica a mim" né...como todo europeu

      Excluir
    2. Fernandinho,quando o Guga ganhou em Roland
      Garros pela primeira vez,a Globo fez um
      plantão informando.Mas pra ti,Guga é o
      Guga Chacra,mais conhecido por Guga Chato.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Oi Rodrigo! O Guga Chacra só é chato para quem é minion.

      Excluir
    4. Oi,Tony!O Guga fica criticando o Biden de vez em
      quando que fica parecendo um Trumpinion.

      Excluir
    5. E o Guga no Twitter a favor no Putin no caso
      da Ucrânia-sim,o Putin que fez fake news pra
      eleger Trump.EH,MUNDÃO VEIO SEM PORTEIRA!!!

      Excluir
    6. Ninguém está acima de crítica. É bom jornalista não defende nenhum político a qualquer custo.

      Excluir
    7. Pior é ver jornalista brasileiro criticar o
      Biden esquecendo daquele ogro golpista que
      veio antes dele e que mandou seu gado
      invadir o Capitólio.Nem vou dar o trabalho
      de escrever de novo o nome do laranja.

      Excluir
    8. Imagina ser assim kkkkkk achar que criticar o Biden = trumpista kkkkkk

      Excluir
    9. Tá menos deslumbrado com a França, né, Fé?

      Excluir
  2. Uma triste perda.
    Mas, poxa, vc evita até bicicleta. No trânsito até entendo, mas num parque ou local isolado não tem problema nenhum andar com magrela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é que eu evite...

      Eu NÃO SEI andar de bicicleta. Nem esquiar, nem patinar.

      Excluir
    2. Tony,isso não é nada.O Lulla nem sabe quem
      é o Geraldo Alstom.kkkk

      Excluir
    3. Por que estamos falando de Lula num post sobre o Gaspard Ulliel? Bitch, foco, please.

      Excluir
    4. É que nem todos sabemos fazer uma coisa
      direito na vida,bebê.

      Excluir
    5. Poxa. Arranja uma bicicleta adulta com rodinhas e sai andando. Garanto que vai ficar lindinho. :Pl

      Excluir
  3. Foi a primeira notícia que vi hoje nesses tempos nefastos em de controle social e talvez nano chip da vacina (a situ tá tão grave que eu não duvido) parece que todo mundo só morre nada de novo mas he, nenhuma cena musical, artista transformador, ícone político, tudo acabou nos anos 20 tudo só morre um desastre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Controle social e nano chip da vacina? Tem como "desler" isso? Daqui a pouco aparece um dizendo que covid se transmite pelo 5g...Realmente, tempos sombrios...

      Excluir
    2. A história do chip rola desde o início da pandemia não estou dizendo que eu acredito mas não duvido minha própria mãe não passa 2 min sem o celular se isso não é controle social bruto não sei o que é. O agronegócio batendo record de lucro e o povo passando fome, 56% do orçamento indo pra dívida pública e 2% pra educação sim tempos sombrios e só se segura uma realidade absurda dessa com muito controle social

      Excluir
    3. 16:31-Até aparece que,há 50 anos atrás,tudo
      era uma maravilha.NEM ANTES DISSO.kkkkkkkkk
      Tá parecendo o Pondé.kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Qual foi a última cena musical? O EDM? O grunge? Quanto tempo vivemos num limbo cultural e político? O que eu quis dizer tudo só morre nada de novo nasce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muita coisa acontecendo.Mas,você jamais vai
      ver isso numa TV aberta da vida,cara.Não,mesmo.

      Excluir
  5. Nenhuma notinha sobre o Sidney Poitier?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho lugar de fala. Nunca vi um filme dele. Falha grave no meu currículo.

      Excluir
    2. Vai uma dica: "No calor da noite"

      Excluir
  6. Esquiar é emocionante fisicamente e também estar ao ar livre em um ambiente bonito. Existem maneiras de reduzir o risco, mas está sempre cheio de perigos.

    ResponderExcluir
  7. Felizmente, bom gosto não é necessariamente americano... Nos países latinos ele é famoso, nos países asiáticos também. O mundo não gira em torno da América, que tem apenas 500 anos...

    ResponderExcluir
  8. Eles tentaram torná-lo grande no exterior com Hannibal - A Origem do Mal, mas isso nunca aconteceu. Eu acho que seu rosto era simplesmente muito feminino e com aparência francesa para o "gosto muricano".

    ResponderExcluir
  9. A maldição da Marvel está viva e passa bem. Primeiro Chadwick, agora Gaspard. Quem é o próximo? Esperemos que Chris Hemsworth em um trágico incidente de surf envolvendo um cardume de águas-vivas.

    ResponderExcluir


  10. Por que artistas talentosos morrem jovens o tempo todo?

    ResponderExcluir
  11. Acho que todo esporte tem seu potencial para acidentes horríveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço ninguém que morreu num acidente horrível jogando bocha.

      Excluir
    2. https://www.google.com.br/amp/s/g1.globo.com/google/amp/rs/rio-grande-do-sul/noticia/briga-que-terminou-com-quatro-mortes-foi-motivada-por-desavenca-em-jogo-de-bocha-diz-policia.ghtml

      Excluir
    3. Novidade: "Viver é perigoso"
      G-

      Excluir
  12. Eu caí de bicicleta e lesionei o ligamento, mas só não foi nada pior porque estava de capacete, que protegeu meu rosto quando caí com o rosto direto no asfalto. Poderia ter tido traumatismo craniano, além de perder dentes ou quebrar o nariz, mas não aconteceu nada. Eu fico boba como as pessoas não usam. Já cansei de ver na ciclovia, em SP, gente andando com aquele patinete elétrico de uma roda, e sem proteção. É ser muito vida louca... :(

    ResponderExcluir
  13. Esse caso logo me fez lembrar da atriz Natasha Richardson, que era casada com o Liam Neeson e também morreu ao sofrer um acidente bobo de esqui.

    ResponderExcluir
  14. Ele tinha um belo dote!

    ResponderExcluir