quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

DIZ O AVISO QUE EU LI

Os países mais avançados são sempre os primeiros a adotar medidas que depois se espalham pelo resto do mundo. Foi assim com o voto feminino, o casamento gay e a descriminalização da maconha. Aposto que será o mesmo com a proibição da venda de cigarros, que vai virar lei na Nova Zelândia. Quem nasceu depois de 2008 não poderá comprar cigarros no país, nunca. Claro que isso não impede um garoto de experimentar umas tragadas com um amigo mais velho, nem de pedir para esse amigo que lhe compre alguns maços. Mas o veto provavelmente ajudará a baixar a taxa de fumantes, hoje por volta de 13%, para 5% em 2025. Claro que há interesses econômicos em jogo: o custo do tabagismo é altíssimo, por causa das internações e mortes causadas por este hábito lamentável. Mas será que vai dar certo? Ou geral vai migrar para o vaping, que é menos nocivo à saúde? O risco é virar uma Lei Seca, com todo mundo fumando às escondidas. Tampouco faz sentido liberar a maconha e proibir o tabaco. Todas as culturas humanas consomem algum tipo de droga, e a gente sabe que guerras às drogas não costumam dar certo. Mas eu apoio essa lei neozelandesa. Poucas coisas são piores do que beijar a boca de um fumante.

42 comentários:

  1. O Mio Babbino Caro
    É bom lembrar também que os tais "países avançados", levam também seus vícios e preconceitos mundo a fora para depois pousarem de avançados combatendo esses mesmos vícios e preconceitos, exemplos não faltam. As 'tais' Guerra às Drogas também todos conhecem o joguinho e as razões inconfessáveis que envergonhariam qualquer um que ousasse revelar os motivos. O Rio de Janeiro inteiro sabe disso e o Porto de Santos continua um túmulo.
    Mas a notícia não era para isso, era só uma daquelas brincadeirinhas do Jornal Nacional. Mas que fique registrado. (risos nervosos).

    ResponderExcluir
  2. Foi o que pensei de imediato: não faz sentido proibir o cigarro e liberar a maconha.

    ResponderExcluir
  3. Que coisa doida. Proibir uma coisa para ver se ela some é movimento típico de politico conservador, o que não combina com a Zelândia Nova.

    É muito provável que isso vai ter efeito contrário. Agora que o cigarro é algo proibido, os adolescentes todos vão ficar morrendo de vontade de experimentar o negócio (que antes era só coisa de velho antiquado).

    ResponderExcluir
  4. Taí uma coisa que o Br é exemplo diminuiu o consumo com restrições menores aliado com bom uso da anti publicidade

    ResponderExcluir
  5. Você apoia essa lei por quê? Qual o sentido dela? Restrição de compra e de uso fazem sentido. Campanhas de orientação e proibição de publicidade também. Mas proibir o consumo de uma substância e liberar outras é hipocrisia. O alcoolismo também gera muitas despesas ao sistema de saúde, dependência química e sérios problemas familiares. Deve-se proibir a cerveja, o vinho e todos os destilados? O que mais o estado decidirá? Proibições não funcionam e ainda fomentam o mercado paralelo também chamado de crime.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O álcool mata muito mais gente direta e indiretamente do que qualquer droga. Proibi-lo não deu certo, assim como qualquer droga. Proibir cigarro é mais uma besteira.

      Excluir
  6. Proibir (Insira qualquer coisa aqui) só vai fazer com que criminosos tenham o monopólio da venda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. E vai acender a curiosidade em quem não tinha.

      Excluir
  7. É a questão dos princípios.
    Não deve estar na mão de um burocrata ou de um bando de políticos, a decisão do que você pode ter ou fazer com sua vida. Essa decisão deve estar apenas nas suas mãos.
    Do contrario estará fadado a ser um escravo das vontades e das morais destes que mandam em sua vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tal você voltar pra sua casa,a do
      Caralho,faça o favor??????RARARÁ!!!!!

      Excluir
    2. Os mesmos que proíbem cigarro são os que proibiam a homossexualidade anos atrás. Tudo a favor da saúde das crianças...

      Excluir
    3. FALOU POUCO MAS FALOU MERDA,13:29.

      Excluir
    4. 13:29-Como dizia Nelson Rodrigues,falou
      pouco,mas falou merda.Rarará!!!!!

      Excluir
    5. 21:11 e 22:25. Vocês são ignorantes. Não sabem nada de história. Proibições são sempre iguais.

      Excluir
  8. Direita e esquerda são duas faces de uma mesma moeda.

    Ambos dizem "defender liberdades" mas sempre caem nessas contradições. De um lado temos os esquerdistas que "defendem" tua liberdade de criticar empresas privadas, empresários, sexismo, homofobia e etc, mas tu não tem a mesma liberdade para criticar os sagrados ditadores esquerdistas e o sistema.

    Do outro temos a direita que "defende" tua liberdade de criticar Marx, o socialismo, o comunismo, pautas progressistas e etc, mas tu não tem a mesma liberdade pra questionar a religião deles, a família ou seja lá qual for a tua queixa em relação ao que eles defendem.

    Meu amigo, não importa se tu é de direita ou de esquerda. Nenhum desses dois espectros políticos defendem liberdade de fato, só defendem a liberdade do que ELES ditam como certo. No fim, liberdade de fato só nós libertários anarcocapitalistas defendemos. Passar bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RESUMINDO,CARA:DÊ A BUNDA PRO OLAVO,PRO
      CARLUXO E PRO MALACHEIA E SEJA FELIZ!!!!
      GADO FILHO DA PUTA!!!!!!!

      Excluir
    2. Anônimo das 11:55, ou tu é troll ou não entendeu nada do que o cara disse.

      Excluir
    3. 02:54, disse tudo.
      Pra mim, só existirá liberdade quando não existirem mais leis.

      Excluir
    4. 13:26 e 13:27-Vocês 2 podem escolher ir para
      a merda ou pra puta que o pariu,Carluxos.

      Excluir
    5. 13:26/13:27-Carluxos e Aristides:sua filosofia
      de vaso sanitário não me convence com esses
      trolls vagabundos,não.Muito menos,o Tony.

      Excluir
    6. Gostaria que vocês,anarcocôcapitalistas
      estivessem numa ditadura qualquer pra
      serem mortos pelo governo ou pelo povo
      igual foi o ídolo de vocês,o Mussolini.
      Em nome de Jesus,Amém.

      Excluir
    7. Eu sou comunista e, como todo comunista que se preze, fumo que nem uma chaminé.

      Excluir
  9. Ok! Seu corpo suas responsabilidades.

    ResponderExcluir
  10. Por algum motivo as pessoas se sentem no direito de mandar na vida alheia, mesmo se o indivíduo for maior de idade, é impressionante o quão "autoritário do bem" alguém pode ser sem perceber.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho culpa se você recebe grana da
      indústria tabagista pra escrever aqui,
      Carluxo.Mas,os seus dias e do seu pai
      bicha estão contados.

      Excluir
    2. A Nova Zelândia não é exemplo pra nós em
      nada-é um país pequeno.Tinhamos ótimos
      comerciais de cigarro na TV,mas o sr.FHC
      tirou do ar numa atitude bem arrogante.

      Excluir
  11. Como se todo mundo fosse culpado por algumas pessoas não saberem lidar com os viciados e por isso tem que punir todo mundo

    ResponderExcluir
  12. "Tampouco faz sentido liberar a maconha e proibir o tabaco."
    É isso aí.
    Eu acho ridículo proibir.
    É um retrocesso.
    Como falar em descriminalização das drogas com país proibindo careta?
    Garanto que vai até aumentar o número de fumantes. "Se é proibido, deve ser bom."

    ResponderExcluir
  13. Seu marido não fumava?

    ResponderExcluir
  14. Isso gerava briga com meu ex mas depois eu só acostumei *

    ResponderExcluir
  15. "Poucas coisas são piores do que beijar a boca de um fumante." Acho que só mau hálito vence o bafo de fumo.

    ResponderExcluir
  16. Troquem pelo vaping...incomoda menos os não fumantes (tipo eu)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vaping é mais nocivo à saúde. Sabia que você não fumava, pela chatice...

      Excluir
  17. O fato é que a liberdade protege tudo, especialmente as coisas de que não gostamos. Lembre-se de que a liberdade de expressão protege todas as coisas que ninguém gosta de ouvir e que a liberdade, embora devesse ser um direito, é apenas um privilégio atualmente. Isso porque quando pequenas liberdades - o que comemos, onde fumamos - são lentamente eliminadas, há uma chance de começarmos em uma ladeira escorregadia. As pessoas não comem ou fumam porque gostamos de quaisquer danos secundários que venham com isso. Fazemos isso por escolha ou por necessidade: uma necessidade de comer, uma necessidade de relaxar. A proibição de fumar não é tanto um desejo de ajudar o interesse público ou em prol do meio ambiente, mas sim a regulamentação da escolha e um método de nos dizer que existe uma maneira certa e errada de gastar nosso tempo. No entanto, sempre há uma escolha. Você pode optar por acatar o que está errado ou não, porque não adianta fazer cumprir uma lei com a qual ninguém se importa; você não pode dizer às pessoas como administrar seu tempo ou seus corpos.

    ResponderExcluir
  18. Claro que a proibição de fumar tem a ver com a
    saúde:só tontos não sabem os milhões do SUS
    que são gastos pra cuidar de gente que não se
    cuida.Isso,fora o meio ambiente,claro.

    ResponderExcluir