quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

OI, RODRIGO

Tenho horror a concursos online decididos pelo voto popular. Quem ganha nunca é o melhor, mas quem mobilizou mais amigos e admiradores. Edaír Biroliro acaba de ganhar um desses concursos, promovido pela revista Time. Para aumentar o tráfego em seu site, a publicação realiza há alguns anos uma pesquisa informal aberta a não-assinantes, que escolhem a Pessoa do Ano. O vitorioso não será, ncessariamente, a Pessoa do Ano eleita pelos editores da revista. Em 2021, não será mesmo: graças ao Gabinete do Ódio, o Despreparado recebeu 24% dos votos, à frente de outro expoente da extrema-direita: Donald Trump, que mesmo alijado do poder ainda tem seu fã-clube. Muita gente também se esquece de que o título outorgado pela Time não é um prêmio. Ele simplesmente aponta a personalidade mais influente nos acontecimentos daquele ano, para o bem ou para o mal. Mas nada disso importa para o gado: esses quadrúpedes, que costumam chamar a revista de Times, acham que o Bozo saiu consagrado a nível planetário, e estão trombeteando essa façanha por aí. Não sem levar invertidas, é claro. Como diz o André Fran, Guga Chacra vai ser processado por abuso de incapaz, de tanto que ele humilha o cretino do Rodrigo Constantino com argumentos incontornáveis. Em tempo: a Pessoa de 2021 da revista Time só será divulgada no dia 13 de dezembro.

5 comentários:

  1. Em toda premiação, ganha quem fez o (ou tem por natureza) a maior força política. Seja ela online ou não.

    Baseado-se na quantidade gigantesca de notícias e comentários sobre o Bolsonaro, qualquer pessoa externa (ou do futuro), vai interpretar que ele tem (ou tinha) uma força política absurda. Por causa dessa falança toda sobre ele, ele jamais será esquecido (assim como Hitler não foi).

    Enfim nesse blog mesmo, anda se falando mais sobre Bolsonaro do que sobre entretenimiento. Se formos escolher a personalidade do ano aqui do blog pelo número de citações, tb será o Bozo, INFELIZMENTE.

    ResponderExcluir
  2. O Mio Babbino Caro
    O Bozó não economizou absurdos para se manter na posição de notável. Olha que cometer todos disparates que esse homem cometeu e manter-se no cargo decididamente é para poucos: Afirmar que a vacina contra covid-19 transmite AIDS, QUE A LIBERDADE É MAIS IMPORTANTE QUE A MORTE... E esqueci todos os outros que o infame colecionou nesses seus 3 anos no cargo de Presidente do Brasil.
    Só não me perguntem como chegou e se manteve no cargo.
    Todos sonsinhos vão dizer que não sabem.

    ResponderExcluir
  3. "a Pessoa de 2021 da revista Time só será divulgada no dia 13 de dezembro."
    E garanto que não será o Bozo, dada a sua irrelevância internacional.

    ResponderExcluir
  4. No dia do aniversario da Taylor Swift

    ResponderExcluir