quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

I LOVE LUCY AND LUCY LOVES ME

Assisti a "Being the Ricardos" num screener que me foi enviado pela Amazon, para eu escrever uma crítica para a Folha. Ontem o filme estreou na plataforma Prime Video e eu o vi de novo. Minha resenha deve sair no online hoje à tarde, e amanhã no impresso. Mas vou usar meu blog para falar de coisas que não couberam no texto. Nunca é demais ressaltar a importância de Lucille Ball para o estabelecimento da televisão. Além de ser a primeira superstar dessa nova mídia, ela também foi uma inovadora e uma grande mulher de negócios. Uma contradição com seu alter ego televisivo, uma dona de casa que sonha com uma carreira no showbiz como a de seu marido Ricky Ricardo. "I Love Lucy" foi a primeira série a ser gravada com três câmeras simultâneas, um formato que é usado até hoje. Lucille Ball também combateu o preconceito, ao exigir que seu marido cubano Desi Arnaz também fosse seu marido na sitcom. O casal ainda conseguiu que a personagem ficasse grávida ao mesmo tempo que sua intérprete. O bebê de Lucy nasceu no mesmo dia que o bebê de Lucille, e o episódio do parto foi o programa de maior audiência de todos os tempos durante muitos anos. Toda essa grandiosidade é captada no ótimo longa de Aaron Sorkin. Como bom roteirista, ele dá diálogos ferinos para seu elenco, e desvenda os meandros da produção de uma comédia de TV. Quem não se interessa pelo assunto vai se aborrecer, mas um fanático por sitcom como eu se sentiu no paraíso. Nicole Kidman será indicada ao Oscar, e Javier Bardem merecia uma indicação também. Só senti falta de mais cenas recriadas de "I Love Lucy". Agora quero rever a série, mas onde? Não tenho em DVD, e ela não está no streaming. Como posso seguir amando Lucy, e ser amado de volta?

8 comentários:

  1. A importância de se ter mídias físicas

    ResponderExcluir
  2. Aqui em casa (US) a série original de 1951 está disponível no próprio Amazon Prime.
    Vc pode usar VNP para ter acesso.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho os dvds aqui. Posso te emprestar.

    ResponderExcluir
  4. Eu me lembro de ver Lucy na minha infância e gostar muito! Lembro de um episódio em que ela colocava patins, aí os pés inchavam, e ela não podia mais tirar os patins, e ia a uma festa com os patins. Adorei. Quanto à pergunta, "Onde ver Lucy hoje?" a resposta é, como sempre, no... Youtube.

    ResponderExcluir
  5. O selo de qualidade Desilu é infalível.
    I Love Lucy continua engraçado.
    Sempre gostei.
    É uma história maravilhosa. O programa de maior sucesso dos EUA racista dos anos 50, protagonizado por um casal interrcial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só por isso,deveria levar o Oscar de melhor filme.

      Excluir
  6. Tony, não sei se tem todos, mas achei vários episódios nesta lista no youtube. Tem vários episódios inteiros em outros canais também. Áudio original sem legendas.

    https://www.youtube.com/watch?v=YvzMJNNLA-Q&list=PL8pSJBaVhLMCuMTJp44Ss7kKpRizBKX7k

    ResponderExcluir
  7. https://baixartorrents.org/i-love-lucy-serie-para-tv-1-a-temporada-dual-audio-720p-1951-1952/

    https://www.google.com/search?q=i+love+lucy+torrent&rlz=1C1GCEA_enBR792BR792&oq=i+love+lucy+torrent+&aqs=chrome..69i57.17329j0j15&sourceid=chrome&ie=UTF-8

    https://comoeubaixo.com/i-love-lucy-arquivo-29118/

    ResponderExcluir