terça-feira, 9 de novembro de 2021

VERDADES SECRETAS II

Em 2005, o escândalo do Mensalão quase derrubou o primeiro governo Lula. A oposição preferiu não abrir um processo de impeachment, certa de que derrotaria o presidente na eleição do ano seguinte. Isso só não aconteceu porque a economia estava indo bem. Dezesseis anos depois, a mamata está de volta, de maneira ainda mais acintosa. Até partidos de esquerda apoiam a PEC dos Precatórios, que vai liberar uma granalhaça para os deputados, sem sabermos quem recebeu quanto para fazer o quê, sob o pretexto de criar o Auxílio Brasil. Além de beneficiarem a si mesmos, os sacripantas ainda estão ajudando a campanha de reeleição do Edaír. O imbróglio só cresce: a segunda votação acontece hoje na Câmara, e o STF acaba de formar maioria contra o orçamento secreto enquanto escrevo este post. Pode vir aí mais uma crise entre os poderes. Parece a continuação de uma novela antiga, só que agora com menos trama e ainda mais putaria.

6 comentários:

  1. Quem quer dinheiroooooo?

    ResponderExcluir
  2. Está muito, muito, muito pior. O chamado "mensalão" ganhou esse apelido e fama. O que acontece é as claras e a imprensa corporativa faz cara de paisagem. E partiddos de esquerda só são o PT, PSOL, PCO e PC do B. O resto é centrão disfarçado.

    ResponderExcluir
  3. Fodase o mensalão isso sempre existiu Julius César também pagava senadores pra aprovar suas reformas, mas o PT é tão revolucionário que mesmo algo que sempre foi feito virou notícia só porque estavam no poder. E se for pra aprovar coisa boa tipo bolsa família por favor que paguem mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  4. tony sabe dizer o que aconteceu com a votacao (interrogacao)

    ResponderExcluir
  5. FHC já tinha feito a mesma tunga com os precatórios no governo dele. Até parece que os precatórios caíram do céu. Que a AGU e o Min do Planejamento não sabem o que devem.

    ResponderExcluir