terça-feira, 26 de outubro de 2021

O SHOW JÁ TERMINOU

Termina hoje a CPI da Covid, talvez a mais importante da nossa história. É para lá de improvável que ela resulte no impeachment ou na prisão do Biroliro, mas acredito que inúmeros objetivos foram alcançados. O maior deles foi revelar que a incompetência e a cupidez desse desgoverno são ainda maiores do que desconfiávamos. Sem a CPI, talvez não soubéssemos que o Ministério da Saúde tentou usar atravessadores para comprar vacinas suspeitas, enquanto retardava a aquisição dos imunizastes da Pfizer. Tampouco teria vindo à tona o escândalo da Prevent Senior, um horror digno da Alemanha nazista. Algumas estrelas políticas brilharam fortes, como Randolfe Rodrigues, Simone Tebet, Fabiano Contarato e Alessandro Vieira. Todos mostraram que têm estofo para a Presidência da República. Até mesmo Renan Calheiros, a quem eu já malhei muito neste blog, se redimiu de certa maneira, apesar de ter tumultuado o relatório final em prol de sua própria carreira em Alagoas. Sem a CPI, vamos perder um reality show que agitou o Brasil durante mais de seis meses. Mas ganhamos ainda mais motivos para defenestrar o Genocida.

7 comentários:

  1. É olha, uma loucura mesmo

    ResponderExcluir
  2. O Mio Babbino Caro
    O carregador foi ligado.

    ResponderExcluir
  3. De que forma Renan Calheiros tumultuou o relatório final? Propondo - corretamente - que o Bolsonazi fosse indiciado ao crime de genocídio? Sejamos francos, o indiciamento por crime contra a humanidade é bom, mas todos sabemos que o ideal era o indiciamento por genocídio. Inclusive foi o Omar Aziz e o Eduardo Braga que negociaram o abrandamento do relatório, retirando o genocídio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho medo de imaginar que os tentáculos milicianicos no poder são ainda maiores que Bolsonaro.

      Excluir
    2. Renan Calheiros tumultuou? Não! Quiseram aliviar. Ele fez o certo apesar de eu não gostar dele.

      Excluir
  4. Queria escrever um bando, mas só consigo ver nessa CPI o quanto esse povo amigável e alegre dá a mínima para seus semelhantes, pode morrer mil à sua esquerda e a sua direita se o cara tiver vivo, é a vida todo mundo morre. Estudar dez anos para ser assassino de jaleco também é ok.
    Quanto à Bolsinha de tlês reais, só a corte de Haia, de preferência cumprindo bem longe. Senão vai ficar igual Collor e Dilma, posando de vítima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você comete um erro gravíssimo esse povo não considera "esse povo" seus semelhantes. Isso não é um país é um negócio.
      G-

      Excluir