sábado, 16 de outubro de 2021

RASHOMON NA IDADE MÉDIA

"Rahsomon" é um filme essencial de Akira Kurosawa em que a mesma história é contada de maneira diferentes por diversas pessoas. Cada um puxa a brasa para a própria sardinha, e o espectador sai sem saber de fato o que aconteceu. Esse recurso foi usado muitas vezes depois. Uma das mais recentes foi na série "The Affair", sobre um caso extra-conjugal. Fui ver "O Último Duelo" esperando ver algo do gênero. O primeiro filme de Ridely Scott deste ano (o segundo será "Casa Gucci", que sairá próximo ao Natal) é um drama medieval baseado no livro de Eric Jager. Uma nobre francesa denuncia que estuprada por um rival de seu marido; o sujeito nega; os dois homens se enfrentam num combate até a morte, na esperança de que Deus faça vencer aquele que diz a verdade. As duas horas e meia de duração são divididas em três capítulos, cada um do ponto de vista de um dos vértices do triângulo. Mas o que se vê na tela não são relatos distintos. São sempre as mesmas cenas, acrescidas de outras que dão mais contexto. Nas duas primeiras partes eu estava fascinado. O prazer de assistir na tela grande a um cinemão bem feito, com figurinos e direção de arte impecáveis, mais atores do porte de Adam Driver e Jodie Comer (Matt Damon e Ben Affleck, que assinam o roteiro, eu não curto tanto). Mas quando chegou a versão da mulher eu senti um certo fastio. O que ela conta bate com o que diz seu violador. Ele só alega que gritar e espernear são uma forma de consentimento. E aí vem o duelo em si, uma das lutas mais cruentas que o cinema jamais captou. Mesmo assim, eu ainda esperei por uma surpresa que não veio.

3 comentários:

  1. Off:

    Vc está assistindo American Crime Story: Impeachment?

    Estou assistindo e estou achando ótima. Já foram lançados 6 episódios (serão 10 no total).

    ResponderExcluir
  2. também não gosto do Ben e amigo produtor de cinema em LA afirma que é mentira que eles escreveram good will hunting era só marketing pro filme. Já Ridley e o melhor seu irmao tambem era muito bom. Veja só cinematografo frances que eu conheci diz que os ingleses dominam hollywood e não é que é verdade? veja game of thrones 90% dos atores são ingleses, maioria dos diretores bala da industria sao ingleses, figurinistas, cinematografos, editores, diretores de locacao ou moram em Londres ou nasceram lá

    ResponderExcluir
  3. O ÚLTIMO DUELO: O filme #MeToo encontra os tempos medievais de Matt Damon e Ben Affleck fracassou. A dupla se reuniu para escrever e estrelar com a direção de Ridley Scott. O filme custou US$100 milhões para ser feito e atualmente arrecadou apenas US$4,8 milhões em seu fim de semana de abertura nos Estados Unidos.

    ResponderExcluir