sexta-feira, 6 de agosto de 2021

ERAM OS DEUSES COGUMELOS?

Quando eu era pequeno, toda a vida na Terra se encaixava em apenas dois reinos: animal e vegetal. Hoje já são cinco, seis, sete ou oito, dependendo do autor consultado. Mas todos concordam numa coisa: os fungos são um reino à parte. É o maior reino de todos, com um milhão e meio de espécies (seis vezes mais que as plantas) e está literalmente em toda a parte, do Ártico a dentro de você. É uma rede que nos envolve, e que facilita todas as demais formas de vida do planeta. Há até quem diga que ela ajudou no crescimento do cérebro humano, franqueando a civilização. Esse mundo quase invisível é investigado no documentário "Fungos Fantásticos", que acaba de chegar à Netflix. O filme tem um personagem principal: o micólogo (especialista em fungos) Paul Stamets, que construiu um pequeno império criando e vendendo fungos para as mais diversas finalidades. É interessantíssimo, apesar de um pouco odara. O final, que explora as capacidades terapêuticas de fungos psicodélicos (o popular chá de cogumelo), resvala num misticismo de boutique que me incomoda um pouco. Mas os fungos são muitos, e sabemos quase nada sobre eles. "Fungos Fantásticos" é uma ótima introdução.

9 comentários:

  1. Noosa! Não tinha me tocado que os reinos da biologia estavam sofrendo o mesmo porcesso que a identidade de gênero e o movimento gay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nível de português é esse? Volta para a toca de onde você saiu.

      Excluir
    2. Vamos simplificar as coisas e ficar com os clássicos : Animal, Vegetal e Mineral.

      Excluir
  2. Gente, tenho 42 anos e desde que estudei no segundo grau (que era como se chamava na época) já eram 5 ou 6 reinos: monera, protozoa, fungi, plantae e animalia. E os vírus, de que não se tinha muito certeza sobre a classificação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou quase 20 anos mais velho que você.

      Excluir
    2. Eu sei, Tony, o comentário destinava-se às pessoas que disseram que estava parecendo a siga LGBTQIA. A ampliação é bem mais antiga, como nós (risos).

      Excluir
  3. O QUE É ODARA TONY ( PONTO DE INTERROGACAO)

    ResponderExcluir