quarta-feira, 18 de agosto de 2021

CANTA, CANTA, MILICIANO

O Twitter irrompeu em chamas na noite de segunda-feira, depois que Vera Magalhães perguntou a Maritnho da Vila sobre as ligações de Adriano da Néobrega com a Vila Isabel. A apresentadora do "Roda Viva" já é mal-vista por muita gente, e há quem a acuse até hoje de ter escrito o infame editorial "Uma Escolha Difícil" do Estadão (não, não foi ela). Depois dessa, até de racista Vera foi chamada. O que essa galera não entende é que o "Roda Viva" não é uma homenagem ao entrevistado, e que jornalista tem obrigação de fazer perguntas que incomodam. Martinho se fez de desentendido e no dia seguinte choveram notas de repúdio. Mas quem se deu ao trabalho de googlar descobriu que, depois que o miliciano favorito do Bozo foi morto no ano passado, encontraram com ele duas carterinhas da Liesa, a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, que o identificavam como diretor da Vila Isabel. Esquindô!

25 comentários:

  1. Nessa hora muita gente agiu igualzinho ao Bozo apesar de se dizer horrizada com as atitudes que ele tem com a imprensa.
    Impremssa boa não é aquela que fala o que vc quer ouvir. Imprensa boa é aquela que te tira da zona de conforto e mostra verdades que vc não quer ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem fala o que vc quer ouvir é a publicidade.

      Excluir
  2. ""Roda Viva" não é uma homenagem ao entrevistado, e que jornalista tem obrigação de fazer perguntas que incomodam." O que vc no twiter foi justamente o povo reclamando de ela "homenagear" alguns entrevistados como o Moro e não ter feito esse tipo de pergunta pra quem era the fucking Ministro da Justiça...
    Nick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando mandam prender ladrão,ele é o demônio.Depois,
      perguntam porque o Jair foi eleito.O povo queria
      justiça e vingança.

      Excluir
  3. Mas na vez que entrevistaram o Temer lá na época do impeachment parecia mais uma roda de chopp entre amigos do que uma entrevista em si

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Vera nem trabalhava na cultura kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Caramba Tony. Sou seu leitor desde a época que isso aqui era mato, mas esse seu comentário hoje foi de lascar. Foi puro corporativismo. Não entendeu NADA das críticas que foram direcionadas à Vera. Seu comentário foi muito desonesto. A gente sempre se surpreende negativamente com quem admira. Muito lamentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os milicianos do RJ se dão bem com os bicheiros.
      Bandidos se entendem,rapaz.Não entendeu NADA.

      Excluir
  5. Puro corporativismo burguês, Tony... Na entrevista com o Moro, ela só faltou dar em cima dele. Dois pesos, duas medidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milicia,Carnaval,bicheiros e Globo:tudo a ver.

      Excluir
  6. Vamos ver na próxima semana. O entrevistado será o Dória, patrão dela na TV Cultura. Será que ele vai ser perguntado sobre a Farinata, o Bolso-Dória, sobre a afirmação de que não deixaria a prefeitura. Se até para o Renan Calheiros eles passaram um paninho... Já sobre a ligação das escolas de samba e criminosos, é a hipocrisia arraigada. A Rede Globo transmite os desfiles, os famosos aparecem, os enredos falam sobre corrupção, meio ambiente e homenageiam o Paulo Gustavo e afins. Depois todo mundo se abraça quando uma criança é atingida por uma bala perdida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem o Guilherme Toulos ficaria na prefeitura,cara.
      Olha quem era a vice dele.Agora,quer ser governador.
      kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Concordo com tudo. A pergunta foi pertinente e nem tão polêmica assim. Ele que não teve jogo de cintura pra responder. Essa celeuma toda no Twitter lembra pq o politicamente correto foi um dos pilares do fortalecimento da extrema direita

    ResponderExcluir
  8. "Aos amigos os favores, aos inimigos a lei".
    Essa è a eterna lei tupiniquim, e as pessoas ainda acham que estão certas.

    ResponderExcluir
  9. Tonico se fazendo de ingênuo. Tão experiente e não vê como as entrevistas são conduzidas de acordo com os participantes? Aos do mesmo campo ideológico afagos e perguntas inofensivas, como já citados aqui nos comentários.

    ResponderExcluir
  10. Vamos ver como será recepcionado o João Agripino que será entrevistado na próxima segunda. Alguém falará sobre a verba milionária aos deputados federais com a grana do confisco dos aposentados do governo do ESP???

    ResponderExcluir
  11. Tony, você leu a Opinião de Mariana Belmont no UOL sobre a entrevista do Martinho? "Um jornalismo que respeite Martinho da Vila". Imperdível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué,não sabe que o Comando Vermelho tem esse nome
      por causa da origem de esquerda,palhaço?

      Excluir
  12. "O que essa galera não entende é que o 'Roda Viva' não é uma homenagem ao entrevistado, e que jornalista tem obrigação de fazer perguntas que incomodam."

    https://www.youtube.com/watch?v=a6pJr7XdaiY

    https://www.youtube.com/watch?v=OGDCN8ikj8U

    ResponderExcluir
  13. Tony, talvez falte nesse texto um contexto maior da situação
    : 1- ela fez uma pergunta com o mesmo direcionamento ao Emicida (não estamos falando de uma figura, mas reiterada tentativa de ligação da cultura negra com os criminalizados)
    2- Não fez questionamentos da mesma ordem com o Moro (quando ao lado da familicia e no cargo de Ministro da justiça, cá vejamos que tem bem mais a ver se perguntar essa temática)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara,se o Moro fosse candidato em 18,o Bozo
      não seria eleito.Dá pra entender,pô.

      Excluir
    2. Você assiste ao programa? a Vera é talvez a entrevistadora que mais respeita seus entrevistados

      Excluir
    3. Anônima 22 de agosto de 2021 18:20 - Tá lesada de cloroquina bee? Respeita só os amiguinhos/ídolos dela.

      Excluir
  14. o marido da Vera trabalhou por muito tempo pro PSDB, é natural que ela tenha simpatia pelo partido, igual o José de Abreu tem pelo PT, mas não tem nada a ver isso
    o louco disso é que vocês jornalistas endossam justiçamento social o tempo todo, quando isso retorna pra vocês vocês parecem cego em tiroteio, a própria Vera por vezes faz isso, ela faz menos por ser alvo da direitalha e da esquerda imunda a anos
    um exemplo é a mafia do dendê, onde Caetano e companhia não deixavam florescer artistas que não estivessem na guarda deles, ou seja $$$

    indentitarismo é tipo um escudo, tipo quando alguma travesti comete crime contra outra travesti por ponto de prostituição e o grupo gay da Bahia insere na estatística como transfobia
    o Martinho da Vila é preto, então a afrodescendencia é o escudo pra ele não ser questionado da morte de outra preta
    é claro que ele vai desconversar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O verniz "racional" de chamado à consciência de travestis, negros, não funciona querida pois há histórico e origem a partir de grupos estigmatizado e marginais, que a senhora faz questão de não levar em consideração. Exigindo um purismo que não existe comprovadamente nessa corja que manipula a ignorância popular mantendo-se dona das narrativas que lhe convém. Portanto menos querida e mais honestidade em suas pseudos análises.
      G-

      Excluir